Correio do Zaca

Compartilhar Imprimir

17/05/2019 | 22:30

AMAZONAS ENGROSSA TEMPORADA NACIONAL DE PROTESTOS CONTRA O GOVERNO JAIR BOLSONARO, DEFENDENDO A EDUCAÇÃO

Compartilhar:

Os deputados Belarmino Lins, Serafim Corrêa e Therezinha Ruiz

Os deputados Belarmino Lins (PP), Serafim Corrêa (PSB) e Therezinha Ruiz (PSDB) agitaram a sessão plenária de ontem da Assembleia Legislativa se solidarizando com as manifestações de protestos realizados em 172 cidades brasileiras reagindo ao corte de verbas da educação pelo governo Jair Bolsonaro e também por declarações histriônicas do presidente nas redes sociais contra os manifestantes.


@@@


Da tribuna da Aleam, Belão, Therezinha e Serafim cobraram o descontingenciamento imediato dos recursos surrupiados pelo governo, que praticamente inviabilizou a Ufam e que também atingiu mortalmente uma instituição como o INPA, o maior centro de pesquisa científica do Norte do País.


@@@


Os parlamentares dispararam poderosos mísseis contra o presidente, criticando-o por sandices publicadas nas redes sociais chamando os manifestantes de "idiotas úteis" usados como "massa de manobra". No Amazonas, os protestos contra Bolsonaro alcançaram até o Alto Rio Negro, na fronteira com a Colômbia, mobilizando estudantes e professores indignados.


MINISTRO MALUCO


Em algumas cidades, os protestos contra Jair Bolsonaro atingiram duramente o ministro da Educação, Abraham Weintraub, que atribuiu os cortes das universidades a uma suposta "balbúrdia" dentro delas, com sem-terra e "gente pelada" nos campi.


@@@


Weintraub diz que o MEC está cumprindo determinações orçamentárias ao contingenciar os recursos. Ele culpa a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e afirma que o orçamento federal pode ser reforçado por eventuais montantes repatriados de desvios na Petrobras.


BLOQUEIO FOI GERAL


No dia 30 de abril, ensandecido, o ministro Weintraub bloqueou 30% dos repasses federais para todas as universidades e institutos federais do País. Dados do governo contabilizam o bloqueio de R$ 1,7 bilhão do orçamento de todas as universidades, o que representa 24,84% dos gastos discricionários e 3,43% do orçamento total das federais.


@@@


A oposição agora realiza um movimento para obstruir as votações no plenário da Câmara dos Deputados e acuar o governo Bolsonaro.


BRAGA DISPARA


Furioso em Brasília, o líder do MDB no Senado, Eduardo Braga, disparou violentos ataques a Jair Bolsonaro pelo contingenciamento dos recursos da educação e elogiou as manifestações em várias cidades contra as maluquices do presidente.


@@@


“Um país que não aposta em educação é um país sem futuro”, disse Braga nas redes sociais.


FUNDEB VITALÍCIO


O deputado Serafim defendeu ontem, na Aleam, projeto que tramita no Congresso Nacional pretendendo tornar o FUNDEB vitalício.


@@@


Ele enfatiza que o projeto deverá ir à apreciação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado ainda neste mês de maio.


TUDO AZUL?



Membros do Grupo de Trabalho que acompanha a Reforma Tributária no Congresso visitaram o Amazonas e ficaram encantados com o PIM, dizendo-se convencidos de que a ZFM precisa de diferencial tributário para garantir empregos e preservar a floresta amazônica.

 

@@@

 

O apoio é interessante, mas evidente que não garante nada na luta política real para manter as vantagens comparativas da ZFM na reforma tributária quando chegar a hora da onça beber água no Congresso.

 

@@@

 

O maior perigo é o jogo diabólico do ministro da Economia, Paulo Guedes, que quer empurrar goela abaixo do Congresso o imposto unificado, que seria mortal à ZFM.

 

CPI DA UNIMED


Até ontem, 23 vereadores confirmaram suas assinaturas em favor da instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os péssimos serviços à população por parte da Unimed Manaus.


@@@

 

Proposta pelo vereador Professor Fransuá (PV), a CPI precisava de 14 assinaturas para ir à votação em plenário. Agora, não falta mais nada.

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.