Notícias

Compartilhar Imprimir

Internacional

20/04/2017

Agressor da Champs-Élysées havia sido condenado por tentar matar agentes

Compartilhar:

Foto: Reprodução / O Estado de S. Paulo

Francês de 39 anos, responsável por atentado, havia sido condenado por tentar matar agentes antes

Um francês de 39 anos, Karim C., morador da cidade de Chelles, 45 quilômetros a leste de Paris, é o terrorista morto a tiros pela polícia na Avenida Champs-Elysées na noite desta quinta-feira, 20.

 

Em uma mensagem enviada pelo aplicativo Telegram, canal de comunicação utilizado pelo grupo terrorista Estado Islâmico, ele reivindicou a autoria do ataque e indicou que seu objetivo seria atingir as forças de segurança da França.

 

Assunto Relacionado

Policial e suposto atirador morrem em tiroteio na Champs-Élysées

Em comunicado do EI, Karim C. foi chamado de Abou Yousseff al-Belgiki, ou seja, “o Belga” Abou Yousseff. Mas, na cultura do grupo terrorista, a informação pode indicar que o assassino viveu na Bélgica, ainda que tenha nacionalidade francesa, o que justificaria a alcunha.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook e no Twitter.


Nascido em 31 de dezembro de 1977 na cidade de Livry-Gargan, a 30 quilômetros de Paris, o terrorista vivia com a mãe em um pequeno sítio, de acordo com as primeiras investigações. Na noite de hoje, logo após o atentado, uma operação policial foi realizada na cidade de Chelles em busca de informações sobre o autor, cuja identidade foi revelada pelos documentos do veículo utilizado no crime.

 

Forças de segurança reforçaram vigilância na avenida Champs-Élysées, em Paris,

após dois policiais serem mortos em ataque(Foto: Reuters/ Benoit Tessier)


Karim C. já tinha sido condenado por tentativa de assassinato de policiais e por isso passou pelo sistema prisional francês. O ataque de Paris concretiza o temor das autoridades. A ameaça já pairava nessa semana depois que dois homens foram presos na cidade de Marselha, no sul da França, acusados de preparar um atentado contra o comitê de um dos candidatos à presidência, François Fillon, do partido Republicanos (conservador).


Em um dos apartamentos utilizados pelos dois homens presos foram encontrados armas, munição e 3,5 quilos de produtos químicos utilizados para a fabricação de explosivos – do mesmo tipo dos usados nos atentados de Paris e de Saint-Denis, em 13 de novembro de 2015.  

 

O Estado de São Paulo

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2016. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.