Notícias

Compartilhar Imprimir

Novelas

14/09/2018

Autor de 'Orgulho e paixão' fala sobre beijo de Luccino e Otávio: 'a história foi construída com muita delicadeza'

Compartilhar:

Foto: TV Globo

A trama do casal fazia sentido ser contada, no contexto de uma novela que fala de amor em várias maneiras

O beijo entre Luccino e Otávio, exibido anteontem em “Orgulho e paixão”, foi escrito com muito cuidado pelo autor Marcos Bernstein, que não queria criar alarde com a cena. “Assim como os outros casais, a história deles foi construída com muita delicadeza e carinho.

 

A trama do casal fazia sentido ser contada, no contexto de uma novela que fala de amor em várias maneiras. ‘Orgulho e paixão’ é uma novela que exala isso, o amor em todas as suas formas”, diz o autor.


Feliz com a repercussão positiva da cena, Bernstein divide com os dois atores a boa aceitação do romance: “Ele se comprometeram em entregar o melhor resultado possível, e isso é muito bom. O Laham é um ator que amadureceu muito na trama, já o Pedro Henrique, que estreou na TV com esse papel, mostrou a que veio. É muito gratificante ver na tela o resultado deste trabalho”, elogia o novelista.

 

Marcos Bernstein (Foto: Divulgação)


Primeira noite do casal


Depois do beijo, o casal vai ter a tão esperada primeira transa. A cena, no entanto, vai ser apenas sugerida. Os dois vão aparecer dançando e, em seguida, mais à vontade já de camiseta e ceroulas, dirão que a noite anterior foi mágica. Apaixonado, Otávio sugere a Luccino que eles aluguem dois quartos numa pensão para serem vizinhos e poderem ficar juntos.


Otávio dá a Luccino um cordão com uma aliança pendurada. “Era da minha mãe. É a única lembrança que me restou dela. Luccino Pricelli, você aceita ser meu... vizinho?”, pergunta. O italiano ri, emocionado: “Claro que sim. Hoje... e por todos os dias da minha vida”.


Otávio bota o colar no pescoço de Luccino, encarando-o, vai fechando enquanto fala: "Que bom que aceitou... Vamos começar uma vida nova, juntos. Isso merece uma comemoração!". Luccino sorri, faz carinho no rosto de Otávio, delicado, vai se aproximando dele: "Então vamos comemorar, amore mio. Até esse gramofone parar de tocar e depois também...".

 

Extra

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:
código captcha

Antes de enviar digite os caracteres

publicidade

Copyright © 2013 - 2018. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.