Notícias

Compartilhar Imprimir

Manaus

04/02/2019

Comitê de Prevenção discutirá mortalidades materna, infantil e fetal em Manaus; capital registrou 35 óbitos maternos em 2018

Compartilhar:

Foto: Divulgação

Na ocasião, serão discutidos temas como o acompanhamento de melhorias na Rede Materno-infantil, com enfoque na ‘causa raiz’ dessa mortalidade

O Comitê de Prevenção do Óbito Materno Infantil e Fetal (CMPOMIF), apoiado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizará na próxima terça-feira, 5, das 8h30 às 12h, a sua primeira reunião ordinária bimestral, para planejar formas de trabalhar o combate ao óbito materno, infantil e fetal na Rede Materno-infantil do município.

 

O evento ocorrerá na Universidade Paulista (Unip), situada na avenida Mário Ypiranga, Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul da cidade.


Na ocasião, serão discutidos temas como o acompanhamento de melhorias na Rede Materno-infantil, com enfoque na ‘causa raiz’ dessa mortalidade.


Veja também

‘Minha Vida em Marte’ terá exibição gratuita em shopping para pais e mães com bebês de até 18 meses, na Zona Centro-Sul de Manaus


A presidente do comitê, enfermeira Sonja Farias, salienta a importância do trabalho do Comitê na cidade de Manaus. “O trabalho do comitê é importante porque subsidia os gestores de saúde municipal, estadual, privada e militar trazendo levantamento de informações inerentes, entre elas as avaliações dos óbitos maternos e infantis para direcionamento de ações corretivas e apoio às unidades executantes da assistência materno-infantil”, explica.


Sonja reforça, ainda, que a população pode contribuir para melhoria dos serviços participando das instâncias do controle social e utilizando os serviços de Ouvidoria para informar as inconsistências ocorridas nos estabelecimentos, bem como dando sugestões para melhoria.


O Comitê


O CMPOMIF é composto por uma diretoria-executiva tendo presidente, vice-presidente, 1ª secretária e 2ª secretária e membros de instituições públicas, privadas, militares e representantes da sociedade civil. A gestão da diretoria é de 2 anos e anualmente os representantes das instituições são atualizados.


As reuniões do Comitê ocorrem bimestralmente e a pauta é decidida conjuntamente pelos membros, ou conforme a urgência de alguns assuntos. O local é definido na reunião anterior para possibilitar que ocorra nas maternidades, universidades e outros estabelecimentos que desejem sediar o encontro, considerado significativo para a redução do óbito materno, infantil e fetal.


Entre as finalidades está a de desenvolver as atividades em parceria com a rede municipal de Vigilância dos Óbitos de Mulheres em Idade Fértil (MIF), Maternos, Infantis e Fetais, incentivando a identificação e o conhecimento de suas causas assim como seus fatores determinantes.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook e no Twitter.


Dados


Levantamento realizado pelo comitê aponta que, em Manaus, no ano de 2018, foram registrados 35 óbitos maternos, distribuídos nas diversas zonas da cidade, tendo como principais causas hemorragia, infecção e hipertensão. E a taxa de mortalidade infantil até novembro/2018 foi de 14,29 por mil nascidos vivos.


A presidente do Comitê destaca que ações de prevenção de óbitos maternos e infantis serão intensificadas ao longo de 2019, visando reduzir os índices atuais.

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.