Notícias

Compartilhar Imprimir

Esporte no Amazonas

09/03/2019

De volta aos treinos, Ketlen Vieira cobra campeã Amanda Nunes por luta: 'Que mantenha a palavra'

Compartilhar:

Foto: Reprodução

Atual número três do ranking dos galos, amazonense se recupera de uma cirurgia no joelho direito, que a tirou do UFC São Paulo, em 2018. Ainda sem prazo para volta, ela almeja título

Atual número três do peso-galo feminino do UFC, a amazonense Ketlen Vieira se prepara para voltar aos treinos após passar por uma cirurgia.

 

Em 2018, a lutadora sofreu lesões no ligamento cruzado anterior e no menisco do joelho direito, que a tiraram da luta contra Tonya Evinger, no UFC São Paulo.

 

Mesmo sem um prazo definido para o retorno ao octógono, Ketlen mira o cinturão da categoria, "monopolizado" por Amanda Nunes, que também é campeã dos penas, e acredita que deve ser a próxima desafiante ao título.

 

Veja também
 
 

"Não só eu acho, como quem realmente entende de MMA sabe que deveria ser a próxima. A própria campeã (Amanda Nunes) já tinha dado entrevista falando que eu seria a próxima. Eu só pedi que ela mantivesse sua palavra" afirmou a atleta amazonense.

 

Ketlen está na fase de fortalecimento, ainda não voltou a pegar pesado nos treinamentos. A previsão é que ela volte em até dois meses, quando as duas pernas equilibrarem as forças.

 

Última luta da amazonense foi contra Cat Zingano, em março de 2018

Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC / Getty Images

 

Perante as informações, ela não esconde a vontade de voltar ao octógono contra a "Leoa", mas deixa a escolha se a próxima luta vai ser pelo título, ou não, com o seu treinador, Dedé Pederneiras.

 

- Isso quem decide é a minha equipe, meu treinador Dedé. Se ele achar que devo lutar pelo cinturão, eu irei. Se ele achar que devo fazer mais outras lutas, eu farei. Tem gente que não sente tanto o ritmo, até por que não é muito tempo parado. John Jones passou um tempo parado e voltou ainda mais monstro - disse.

 

Ketlen Vieira UFC Belém — Foto: Jason Silva

 

A lesão sofrida em 2018 adiou uma possível luta pelo título e, segundo Ketlen, foi um piores momentos de sua vida. Com 10 vitórias em 10 lutas, a amazonense promete vir mais forte em 2019.

 

- Fiquei muito triste, foi um dos piores momentos da minha vida, mas eu sempre confiei muito em Deus e aceitei os planos dele para minha vida. Sei que vou voltar mais forte que nunca. Tem uma vontade de vencer dentro de mim que só cresce a cada dia que passa!

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook e no Twitter.

Para ficar com o cinturão da categoria, Ketlen teria que derrotar a compatriota Amanda Nunes, dona do posto de campeã desde 2016, quando venceu Miesha Tate. Amanda, inclusive, demonstrou desejo em voltar a defender o título do peso-galo, o que não intimidou a amazonense.

 

- Meu foco é ser campeã. Quem quer ser campeã não pode nunca escolher luta e nem adversária. Essa lesão foi a forma que Deus encontrou para eu poder ter um tempo de amadurecer mais como lutadora e como pessoa - completou. 

 

Globo Esporte

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.