Notícias

Compartilhar Imprimir

Política no Amazonas

09/06/2018

Empresário amigo de Amazonino ganha contrato de R$ 8 milhões na Secretaria de Segurança com ata de preços de refeições servidas em hospitais de Roraima

Compartilhar:

Foto: Reprodução / Foto-montagem / Portal do Zacarias

José Tadeu de Souza Teles e Amazonino Mendes: amigos do peito

É isso mesmo que você leu no título desta reportagem: a empresa ML de Mattos Muller Eireli, cujo verdadeiro dono é o empresário José Tadeu de Souza Teles, amigo (dizem as más línguas que é sócio também) de longas datas do governador-tampão Amazonino Mendes (PDT), ganhou de presente da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas, no início deste ano, um contrato de quase R$ 8 milhões para fornecer mais de um milhão de refeições em 12 meses a policiais em operação.

 

Não, você não leu errado. É isso mesmo: mais de 1 milhão de refeições.

 

Mas sobre isso, falaremos mais adiante.

 

O que está pegando, como se diz em linguagem popular, é que Tadeuzinho, como os amigos o chamam, principalmente Amazonino, ganhou esse contrato milionário sem licitação. E como se não bastasse tamanho acinte aos ditames legais, Tadeuzinho e seus cúmplices pegaram uma Ata de Registro de Preços do Estado de Roraima para conferir aparência de legalidade à patifaria.

 

Ocorre que tal ata é para fornecimento de refeições a pacientes de hospitais, e não a policiais. Para ambos - doentes e policiais - as refeições são completamente diferentes. Todo mundo sabe disso, não é mesmo? 

 

Veja cópia da ata, cujo órgão de origem

é a Secretaria de Saúde de Roraima:

Veja, dentro do quadrado vermelho, o tipo de refeição 

 

Tem mais cheiro de maracutaia no ar: como dissemos no primeiro parágrafo desta reportagem, o contrato milionário com a empresa de Tadeuzinho é para forcimento de café, almoço, lanche e jantar para policiais em operação. Ocorre que não é todo dia, nem toda semana, e raramente todo mês, que operações policiais são realizadas em Manaus.

 

Mesmo assim, a empresa de Tadeuzinho vai embolsar todo mês mais de 666 mil reais.

 

Agora nos responda: esse contrato da Secretaria de Segurança com a empresa de tadeuzinho tem ou não tem cheiro de patifaria?

Comentários

MARCELO - 08/06/2018
Pergunta que não quer calar....e o Ministério Público? ainda funciona nesta cidade? Manaus de fato é terra sem lei, sem Ministério Público e de larápios do erário.
Zé Modesto - 09/06/2018
O Ministério Público do Amazonas é Pau Mandado dos poderosos, por isso ele é o verdadeiro Pau Mole que faz de conta que fiscaliza e denuncia as roubalheiras dos políticos poderosos. O MP do Amazonas não existe.
Marcelo - 09/06/2018
Basta Fazer uma investigação de como esse rapaz contruiu esse patrimonio todo. podem verificar que sempre foi nos mandatos do amazonino, tanto na prefeitura quanto no estado. Mais um laranja de velho safado. (investigue, fornecimento de madeira, conceção de placas de taxi, contratos com a seduc, contrato com a seminf) pra quem nao tinha nada, nada melhor que conseguir um otimo padrinho...
JULIO - 09/06/2018
TADEU E ERALDO TELES IRMAOS metralhas donos de 20 posto de gasolina...
OLHEIRO - 11/06/2018
Vamos estar tratando sempre do mesmo tema: Corrupção. Mas, em Porto de Lenha, as leis são outras, os Entes" competentes" não investiga. Porto de Lenha é um Estado, onde os " senhores de sempre" deitam e rolam, fazem o que querem e do jeito que querem. Não são investigados, porque preparam toda uma infraestrutura no Centro do Poder. Em Porto de Lenha, voto não se adquire, se compra. Assim, vão se perpetuando no poder. Em Porto de Lenha, licitação é so na Lei 8.666/93, muito fácil de ser manipulada. Para isto nomeia-se uma Comissão, escolhida a dedos, que vão fazer tudo que o chefe mandar. Todavia, com aparência de lisura. Então, Porto de Lenha está milhões de quilômetros de Liverpool, há quanto séculos mesmo?

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2018. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.