Notícias

Compartilhar Imprimir

Arte e Fama

08/11/2018

Fisiculturista Renata Spallicci opina sobre essa tendência XBody fitness que pode virar moda no Brasil. Entenda

Compartilhar:

Foto: Divulgação

A atleta e fisiculturista Renata Spallicci testa o Xbody, método de eletro-estimulação muscular, que pode se tornar a próxima tendência do mundo fitness no Brasil

O mundo fitness vive a se reinventar, para trazer não apenas aos atletas e praticantes de musculação, mas para o público em geral, novidades que melhorem tanto sua performance atlética, qualidade de vida, e também resultados em ganho de massa muscular.

 

A mais nova tendência internacional que está chegando ao Brasil é o XBody, que é um sistema de treinamento de alta tecnologia que trabalha com a contração muscular usando impulsos elétricos, e que tem apresentado resultados surpreendentes, indicado tanto a atletas como não praticantes de musculação devido aos seus benefícios.


Veja também

Feminismo na internet: conheça cinco influenciadoras digitais que militam pela causa


O método e a tecnologia ainda são um tanto desconhecidas no Brasil. Por isso, a atleta e fisiculturista Renata Spallicci resolveu se submeter a testar o XBody como “cobaia”, e relatar os resultados obtidos e a experiência em si, tanto para relatar em seu blog se o método realmente funciona, como para auxiliar na sua preparação para competir no WBFF nos Estados Unidos no próximo mês.


Segundo a atleta, o princípio do XBody surgiu na União Soviética, no período da Guerra Fria, para tratar os ginastas olímpicos que, devido a uma carga exagerada de treinamentos, se lesionavam frequentemente: “o princípio do que, posteriormente, ficou conhecido como "corrente russa" era utilizar ondas de energia com índice de hertz baixo, para que elas pudessem causar um ciclo de contração, inflamação, recuperação e, assim, abreviar o tempo de regeneração muscular”.


“há cerca de 10 anos, uma empresa alemã desenvolveu o primeiro sistema de eletroestimulação muscular para todo o corpo. Logo, outra empresa húngara desenvolveu o sistema XBody, que utiliza o mesmo princípio. E é este o sistema que tenho utilizado aqui no Brasil”.


Renata Spallicci testou o método por 2 meses e afirma que há muitos benefícios: “o primeiro grande benefício do XBody é a qualidade do treino em si, mas há outro grande conveniente: são somente 20 minutos de treino. Fez toda a diferença pra minha preparação para o meu próximo campeonato o XBody. Além de ajudar na hipertrofia, o treino produz um alto gasto calórico. Um tecido muscular mais ativo requer mais consumo de energia que, portanto, queima mais calorias, mesmo em repouso. Apesar de serem apenas 20 minutos, a gente sai do XBody exausto, pois trabalha o corpo todo”.

 

A atleta e fisiculturista Renata Spallicci resolveu se submeter a testar o XBody

como “cobaia”, e relatar os resultados obtidos e a experiência em si


O procedimento para usar o XBody é relativamente simples, mas é feito com acompanhamento de profissionais especializados. Renata conta um pouco sobre o aparato utilizado: a gente usa um colete cheio desses eletrodos que fica ligado por fios ao dispositivo, além de uma roupa de lycra especial. Me sinto até meio a Viúva Negra com esta roupa (risos) Para utilizar o sistema, é necessário que haja um personal trainer habilitado, caso dos meus queridos Thiago e Luiza Guirra que preparam o treino para mim”.


Renata também afirma que isso a ajudou na recuperação muscular e a evitar lesões, apesar da intensidade redobrada dos treinos nos últimos meses que antecedem o campeonato de fisiculturismo que vai disputar: “o princípio da tecnologia XBody Utiliza a máxima de contrair os músculos por meio de estímulos elétricos, e assim proporciona que trabalhemos mais de 350 músculos ao mesmo tempo e de uma forma bem mais profunda, o que é incrível, sem o uso de pesos, evitando estiramentos e lesões. O grande diferencial para mim do treino é conseguir trabalhar musculaturas profundas sem lesionar articulações. No meu caso foquei fortemente em glúteos o posterior de coxas para poder fazer esta parte do meu corpo crescer e se tonificar bastante”.

 

Renata Spallicci testou o método por 2 meses e afirma que há muitos benefícios

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook e no Twitter.


Renata realiza seus treinos de XBody na clínica do Dr. Alexandre Ferreira, médico endocrinologista, que foi um dos pioneiros ao trazer a tecnologia para o Brasil.

 

Segundo ele, o sistema é indicado para todos os tipos de pessoas, tanto as que treinam regularmente e são atletas, e até para os sedentários, variando a depender do condicionamento físico do paciente apenas a freqüência de realização dos treinos com XBody.

 

Segundo a atleta, o princípio do XBody surgiu na União Soviética, no

período da Guerra Fria, para tratar os ginastas olímpicos

(Fotos: Divulgação)


De acordo com estudos da American College, o método ajuda a construir e tonificar músculos, melhorar a postura, a aliviar as articulações e até mesmo reduzir celulites. A única contraindicação do aparelho é para portadores de marcapasso: "mesmo pessoas com diabetes, cardiopatias, e idosos, podem utilizar o sistema desde que avaliadas e com um treino específico para elas", revela.

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:
código captcha

Antes de enviar digite os caracteres

publicidade

Copyright © 2013 - 2018. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.