Notícias

Compartilhar Imprimir

Interior em Destaque

13/02/2018

IMAGENS FORTES! Operação 'Limpeza Final' prende acusados de homicídios, tráfico de drogas, assaltos e furtos no município de Apuí, interior do Amazonas

Compartilhar:

Foto: Divulgação

Luiz Fernando, Carlos Eleandro e Adailton Paixão foram presos na operação "Limpeza Final"

Luiz Fernando Macedo do Nascimento, Carlos Eleandro Furtado da Silva, Adailton Paixão Narciso, foram presos ontem, segunda-feira, 12, durante a Operação "Limpeza Final", realizada em ação conjunta da Polícia Civil com a Polícia Militar no município de Apuí, distante 453 quilômetros de Manaus em linha reta.


Os três criminosos são acusados de formação de quadrilha, homicídios, furto, roubo e tráfico de drogas, de acordo com o delegado Francisco Rocha, titular da 71ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Apuí. O titular esteve à frente das investigações e comandou a operação neste começo de semana.


Um dos presos é o foragido de Justiça Luiz Fernando, que além dos crimes de assalto e tráfico de drogas já foi preso em flagrante delito acusado de matar degolado o seu desafeto, Carlos Herbert Lima, 39, vulgo "Maranhão", depois de uma sessão de tortura na zona rural de Apuí.


Outro homicídio atribuído a Luiz Fernando e seus comparsas Carlos Eleandro e Adailton teve como vítima fatal a mulher Cláudia da Silva, que foi executada no começo deste mês, com vários tiros e por motivos que ainda estão sendo investigados pelo delegado Francisco Rocha e sua equipe.


O preso Carlos Eleandro mais conhecido como "Zói de Gato" escapou de uma tentativa de assassinato, no sábado passado. Segundo a polícia ele tentou matar o acusado de tráfico, Delenaldo José Bena, pois este teria sido o piloto da dupla que tentou executá-lo.

 

"Maranhão" foi torturado e degolado pelos criminosos presos 


As investigações indicam que existe umna guerra declarada e sangrenta entre bandidos em Apuí que disputam também a liderança do tráfico de drogas no município. Daí tem acontecido as mortes de "Maranhão", da mulher Cláudia da Silva e de várias tentativas de homicídio no município.


O terceiro preso na Operação "Limpeza Final", Adailton Paixão Narciso é acusado de furto, roubo, associação criminosa, tráfico de drogas e coautor de homicídio. Está foragido da justiça Amós Barreto Santos, contra ele pesam também a acusação de homicídio, associação criminosa e tráfico de drogas.


Segundo ainda o delegado Francisco Rocha ainda está foragido Amós Barreto Santos, denunciado por homicídio, associação criminosa e tráfico de drogas. A polícia atribui a este grupo os homicídios ocorridos neste ano, ambos com requintes de crueldade.


Trata-se de uma disputa violenta e a cada dia mais mortal para alguns envolvidos, numa verdadeira guerra para assumir o controle de vendas de drogas em Apuí. Ao ser presos os acusados estavam com um revólver calibre 38, um revólver calibre 22 e uma garrucha calibre 36.

 

Os três homens considerados de alta periculosidade vão ficar presos na Delegacia Interativa de Apuí à disposição da Justiça comum, segundo informou o delegado que seguirá investigando todos os crimes praticados por esta perigosa quadrilha que atuava em Apuí.

 

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!  

 

 

 

 Fotos: Divulgação

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:
código captcha

Antes de enviar digite os caracteres

publicidade

Copyright © 2013 - 2018. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.