Notícias

Compartilhar Imprimir

Esportes

11/02/2019

Japão e Catar, os convidados da Copa América 2019. CONFIRA

Compartilhar:

Foto: Foto: Reprodução

A quatro anos de sediar uma edição da Copa do Mundo, o Catar superou as melhores expectativas e faturou a conquista da Copa Asiática 2019 nos Emirados Árabes Unidos

A situação não é inédita. A Copa América 2019 que vai acontecer no Brasil contará com a participação de duas seleções oriundas de outro continente, no caso, Japão e Catar, nações que estiveram frente a frente na final da última edição da Copa da Ásia.

 

A CONMEBOL (organização que tutela o futebol sul-americano) conta apenas com 10 federações associadas, situação que dificulta a elaboração de quadros competitivos. Há muito que convidar seleções de outros continentes para integrar a competição é prática comum e, em maio de 2018, a CONMEBOL estabeleceu que o torneio deveria contar com 12 times para poder seguir o modelo tradicional das demais competições.

 

Apesar de estarmos a falar das duas finalistas da Copa Asiática 2019, tal fato é mera coincidência - os convites às duas nações já tinham sido feitos e aceitos anteriormente, sem necessidade de recurso a qualquer sistema de classificação.

 

Para o time do Japão, essa participação não será novidade, uma vez que o já participou da competição em 1999, no Paraguai. O Catar vai estar a prova pela primeira vez.

 

Fonte: Pexels

 

Catar, o surpreendente campeão asiático

 

A quatro anos de sediar uma edição da Copa do Mundo, o Catar superou as melhores expectativas e faturou a conquista da Copa Asiática 2019 nos Emirados Árabes Unidos.

 

As probabilidades de aposta Betfair atribuíam favoritismo ao Japão, finalista derrotado, juntamente com Austrália e Coreia do Sul, mas os catarenses rubricaram uma campanha imaculada com sete vitórias, todas elas no tempo regulamentar, sofrendo apenas um gol no encontro decisivo com o Japão (1-3).

 

Para o time dirigido pelo espanhol Félix Sánchez, o envolvimento na Copa América corresponde a mais uma oportunidade para preparar a participação na Copa do Mundo "em casa", compartilhando o grupo B dessa Copa América com as seleções da Argentina, do Paraguai e da Colômbia. A vitória catarense permitiu ao time ascender à posição 55 do ranking da FIFA, subindo um total de 38 posições.

 

Foto: Pexels

 

Japão retorna à América do Sul

 

Há exatamente 20 anos, o Japão participou da Copa América e abandonou a competição logo na fase de grupos, incapaz de ultrapassar um grupo em que também se encontravam as seleções de Peru, Paraguai e Bolívia - à data, o melhor que os nipônicos conseguiram fazer foi empatar a um gol com os bolivianos.

 

Apesar da derrota na final da Copa da Ásia 2019, a seleção japonesa continua a ser a seleção mais bem cotada daquele continente no ranking da FIFA ao ocupar a 27ª posição.

 

Além disso, o time japonês é o que possui mais títulos da Ásia.

 

O seleccionador Hajime Moriyasu - contratado após a Copa do Mundo 2018 - resistiu à derrota na final da Copa da Ásia e tem como missão renovar o time.

 

Nesse sentido, Moriyasu poderá aproveitar a participação na Copa América para testar novas soluções, elaborando uma lista de relacionados composta por elementos com menor número de internacionalizações, mas que poderão vir a fazer parte do futuro da seleção do "país do sol nascente". Chile, Equador e Uruguai partilham o grupo C com os japoneses.
 

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.