Notícias

Compartilhar Imprimir

Internacional

15/03/2019

Vídeo mostra momento em que suspeito de ataque na Nova Zelândia é preso. VEJA

Compartilhar:

Foto: Reprodução

Cerca de 50 pessoas que estavam dentro das mesquitas morreram e outras 48 ficaram feridas

Imagens captadas por um motorista mostram o momento em que um dos responsáveis pelo ataque às duas mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia, foi detido.


É possível reparar num carro branco parado na beira da estrada, rodeado por policiais e por dois agentes com arma em punho, ordenando ao suspeito que saísse do carro.


O vídeo foi publicado no Facebook. Um dos agentes aproxima-se do carro, com a porta do passageiro aberta e arrastando a pessoa para fora, enquanto o colega continua a apontar a arma.


Veja também

Ataques a mesquitas deixam pelo menos 49 mortos na Nova Zelândia; um atirador transmitiu ao vivo imagens do atentado. VEJA VÍDEOS


Tudo ocorreu enquanto vários carros passavam dos dois lados da estrada.


Ataque


Nesta sexta-feira, 15, duas mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia, foram alvo de um ataque que fez ao menos 49 mortos e 48 feridos, dezenas deles em estado graves.


Quatro pessoas foram detidas relacionadas com o ataque - três homens e uma mulher. Um dos homens já foi acusado de homicídio e, de acordo com o comissário da polícia, Mike Bush, trata-se de um homem na casa dos 20 anos.


No entanto, não se consegue confirmar qual dos suspeitos aparece sendo detido no vídeo.

 

 A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardem,

classificou os ataques como atos terroristas (Foto: Reuters)


Um deles transmitiu ao vivo, para as redes sociais, o momento em que entrou numa das mesquitas e começou a disparar contra os presentes. Esse homem foi identificado como Brenton Tarrant, um australiano de 28 anos, que também publicou online um manifesto anti-imigrantes de 87 páginas no qual justificava os ataques. A polícia desativou ainda vários explosivos que se encontravam numa veículo junto a uma das mesquitas.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook e no Twitter.


A primeira-ministra neozelandesa, Jacinda Ardern, já classificou o ataque como "um ato de violência sem precedentes".

 

VEJA VÍDEO

 

 

Noticias ao Minuto

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.