Notícias

Compartilhar Imprimir

Curiosidades

12/08/2017

Você vai parar de reclamar do seu cabelo depois de conhecer esta menininha

Compartilhar:

Foto: Reprodução

Na rotina da pequena Shilah Yin, de 7 anos, isso é algo que acontece TODOS os dias!

Sabe aqueles dias em que você acorda parecendo que andou de moto a noite inteira? Seus cabelos estão tão arrepiados que fica impossível achar uma maneira de eles se assentarem. Na rotina da pequena Shilah Yin, de 7 anos, isso é algo que acontece todos os dias!

 

Ela sofre da Síndrome dos Cabelos Impenteáveis, uma condição raríssima, diagnosticada em cerca de 100 pessoas ao redor do mundo.

 

Esse problema faz com que os cabelos se tornem mais alourados e passem a crescer em diferentes direções, tornando-se impossível de ser penteado.

 

Veja também
 
 

No caso de Shilah, seus pais notaram que os cabelos normais de quando ela era recém-nascida ficaram rebeldes quando ela completou 2 meses de vida.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook e no Twitter.

 

A síndrome normalmente aparece ainda na infância ou no começo da adolescência e deixa o cabelo bem enfraquecido, apesar da aparência ressecada e endurecida.

 

Curiosamente, a microscopia ótica não revela qualquer anomalia nos fios capilares, sendo necessária uma microscopia eletrônica para notar que cerca de 50% dos fios possuem um sulco longitudinal e uma forma achatada e triangular.  

 

Primeiros sinais da síndrome apareceram em

Shilah quando ela ainda era um bebê

 

A cutícula capilar, isto é, a parte externa dos fios, também costuma ser normal. Em indivíduos que forçam a escovação na tentativa de controlar a rebeldia dos cabelos existe a possibilidade de uma cutícula mais desgastada, mas isso não é regra para os portadores síndrome.

 

No caso de Shilah, por exemplo, sua mãe passa de 10 a 20 minutos por dia usando pentes de dentes largos só para desembaraçar os fios, enquanto seu pai finaliza com um secador para deixar a cabeleira ao menos com uma aparência mais fofa – algo que a garotinha adora!

 

Ainda não se sabe o que leva os cabelos a se comportarem dessa maneira. Os cientistas acreditam se tratar de alguma condição genética, mas na família de Shilah ninguém mais tem as madeixas iguais às dela.

 

A síndrome não tem cura, mas, com o tempo, a tendência é de que os fios se tornem mais fáceis de manusear e até voltem à normalidade por conta própria!

 

Shilah ao acordar (esq.) e depois de seus pais tentarem o melhor

possível para abaixar suas madeixas (dir.).

( Fotos: Reprodução )

 

Mega Curioso

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2017. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.