Notícias

Plantão Policial

Veja o trailer oficial da série da Netflix sobre Wallace Souza: ‘assassinato, poder, uma celebridade e um império do crime’

Compartilhar:

A Netflix Brasil divulgou nesta quinta-feira o trailer oficial da série documental sobre Wallace Souza, acusado de ordenar assassinatos para aumentar sua audiência na televisão, quando comandava o programa Canal Livre na TV Manaus, hoje TV Em Tempo.

 

Wallace divulgava casos policiais, assassinatos, sequestros e operações de repreensão ao tráfico.

 

Ao longo de sete partes, Bandidos na TV contará a história do aperesentador.

 

De acordo com o site Deadline, a série terá entrevistas exclusivas com pessoas do Canal Livre, amigos, parentes e policiais que trabalharam no caso.

 

Wallace Souza foi acusado pela Polícia Civil de homicídio, tráfico de drogas, intimidação de testemunhas, porte ilegal de armas e formação de quadrilha em outubro de 2009. Em julho de 2010, morreu após sofrer uma parada cardíaca.

 

Bandidos na TV estará disponível no catálogo da Netflix a partir de 31 de maio. 

 

Segundo a Netflix, trata-se de "uma série sobre assassinato, poder, uma celebridade e um império do crime". 

 

VEJA O TRAILER:

 

 

COMENTÁRIOS
jose - 29/05/2019
esse foi um marginal matador de muitas pessoas, inocentes e culpadas. O filho seguiu o caminho do pai.
Zona Leste - 17/05/2019
Por onde anda o filho dele ? ja foi solto ? com certeza, voltará para o crime...!
Radamés ZL - 16/05/2019
Vai ser Sucesso no COMPAJ e no IPAT!
cossadinha - 16/05/2019
Peguei foi pino trabalhando na campanha dele ele que prometia de tudo quando fui procurar para receber mandou que passasse com o assessor dele ai ficavam naquela de um manda p outro era muita pilantragem na campanha dele
CASO FRED - 16/05/2019
O CASO FRED SERIA UM DOCUMENTÁRIO AINDA MAIS INTRIGANTE E MISTERIOSO. MAJOR DE POLÍCIA COMANDANDO ASSASSINATO DE PAI DO LARANJA DE PRA ENCOBRIR O HOMICÍDIO DO FILHO DE OUTRO CORONEL DA PM. OS MATADORES? TODOS PMS QUE DEPOIS FORAM SE MATANDO ENTRE SI. SÓ ESTÃO VIVOS HOJE OS RATOS TRAIÇOEIROS QUE MATARAM OS PRÓPRIOS COLEGAS. OS VAGABUNDOS QUE PRAÇAS CONDENADOS, AINDA ESTÃO NA PM DO AMAZONAS COMO SE FOSSEM RESPEITÁVEIS MILITARES. ISSO SIM, SERIA INTERESSANTE. MOSTRAR QUE A PMAM É UMA CASA DE CATITAS!
SANTOS Cruz - 16/05/2019
Sobre a Entrevista desse Malaco Desse Maia ex PM JÁ na reserva.. ZACARIAS VC É UM OTIMO JORNALISTA É ESTA NO MEU CONCEITO DE BOA PESSOA.. MAIS esse "MAIA" E UM SAFADO MATADOR corrupto e ladrão..TODOS sabem dentro da PM do Estado Do Amazonas que ele NÃO vale eo que gato enterra... Em 2002 esse Safado fez uma Apreensão de mais de 800 kilos de Cocaína ..abaixo um pouco de Coari ..esse corrupto ladrão apresentou na Delegacia apenas 300 kilos ...500 meia tonelada esse imundo tinha papado ..eu sei porque estava a par da ocorrência todos da secretaria sabíamos... o Património desse rato é Imcompativel com seus Soldos ganhos na PM..o Ministério Publico tem que Averiguar isso urgente... Os Gastos com implantes de Cabelo que esse Rato Fazia era uma Aberração..cheguei a ver esse Rato na Epoca que era PM a CALAR O coronel Aroldo que na época capitão com gritos... e Com o O Coronel Arce..aquele mesmo mais sujo que Pau de Galinheiro... Os dois eram ..ele eo Arce eram os Matadores oficiais da extinta 2 secção COM VARIOS CRIMES QUE CHEGAM MAIS OU MENOS UMAS 3O MORTES.. SEI DE UMAS CONHECIDA E POSSO DAR NOMES ... Manaus em Cú pra esses Vermes Esse vermes tem várias broncas na JUSTIÇA e nunca FORAM PRESOS vamos ver agora MINISTÉRIO PÚBLICO PELA AMOR DE DEUS VEJAM OS RENDIMENTOS DESSE MAIA... QUE INCLUEM FAZENDAS , CARROS DE LUXO E SALDO BANCÁRIOS MILIONÁRIOS
Cláudio - 16/05/2019
Quase todos políticos que saem da televisão não prestam. São pilantras
Reginaldo Moon - 16/05/2019
Assistia sempre o programa, votei nos irmãos Souza, me sinto enganado por eles e pelo Sabino Castelo Branco, tudo bandido.
Gilvaney Pessoa Picanço - 16/05/2019
Vai ser um sucesso
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Email:

Mensagem:

Leia também

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.