Correio do Zaca

Compartilhar Imprimir

29/05/2019 | 19:10

JOSUÉ PROPÕE COMITÊ PERMANENTE PARA REESTRUTURAR SISTEMA PENITENCIÁRIO E ACABAR COM O NARCOTRÁFICO NO AMAZONAS

Compartilhar:

A criação de um Comitê Permanente, com o objetivo de ajudar na reestruturação do sistema penitenciário, poderá ser a luz no fim do túnel da insegurança reinante e combater de verdade o narcotráfico no Estado do Amazonas. O Comitê, proposto pelo deputado-presidente da Assembleia Legislativa, Josué Neto (PSD), deverá reunir, juntamente com a Aleam, instituições como o Tribunal de Justiça (TJAM), Ministério Público (MP-AM), SSP, SEAP e OAB-AM.


@@@


Em discurso, na manhã de ontem, Josué disse que, diante da crise dos presídios agravada a partir da chacina do último domingo, é necessária a implantação de uma nova forma de gestão do sistema penitenciário, valorizando o concurso público e introduzindo inovações tecnológicas que fortaleçam e dinamizem o serviço de inteligência


@@@


“O Poder Público tem que fazer com que as empresas terceirizadas operem com seriedade e melhorem a qualidade dos seus serviços”, afirmou Josué, argumentando que o Comitê será estratégico para se iniciar uma grande e positiva mudança de paradigmas na segurança pública do Estado.


EXEMPLO DO RGN


Delegado de carreira, o deputado Péricles Nascimento (PSL) usou ontem a tribuna da Aleam para destacar “o dever de casa” realizado pelo governo do Rio Grande do Norte depois da matança que, paralelamente ao Amazonas, desgastou a imagem do Estado em 2017.


@@@


“Após a matança, o governo potiguar simplesmente reestruturou o seu sistema penitenciário, o qual agora é referência para todo o País”, bradou da tribuna o parlamentar, ressaltando a importância da realização de concurso público para fortalecer o processo de reestruturação.


@@@


Péricles defende ações integradas de inteligência entre as polícias para apertar o cerco ao tráfico de drogas no Amazonas.


MORAES, MORO E O STF


Em 2017, quando a tragédia registrou 56 mortos nos presídios amazonenses, houve até a presença do então ministro da Justiça Alexandre Moraes, hoje ministro do Supremo Tribunal Federal.


@@@


Dois anos depois, outra tragédia e outro ministro, Sérgio Moro, intervém prometendo medidas enérgicas. Desta vez, espera-se que a intervenção produza resultados favoráveis ao Amazonas e não sirva apenas de espetáculo midiático para mais um ministro de Estado a caminho do STF.


BARÕES DA MATANÇA


De costas para as ações do Estado, os barões do tráfico, João Branco, Zé Roberto da Compensa e Gelson Carnaúba acertam suas contas em terrível guerra dentro dos presídios e nas ruas de Manaus, em aberto desafio à ordem pública.


@@@


De um lado, Zé Roberto pela Família do Norte (FDN). No outro extremo, João Branco e Carnaúba pelo Comando Vermelho. No centro do tiroteio infernal, a sociedade vítima de governos irresponsáveis e negligentes do passado cuja herança explode agora nas mãos de Wilson Lima.


TIROTEIO VERBAL


A oposição não deixou barato e disparou ataques virulentos ontem na Aleam contra o Governo do Estado, tentando responsabilizá-lo pela chacina do último domingo envolvendo os presídios do sistema penitenciário.


@@@


Em defesa de Wilson Lima, a deputada Alessandra Campêlo (MDB) lembrou que a crise da segurança remonta às gestões anteriores de José Melo (Pros) e Amazonino Mendes (PDT), que destruíram o sistema e nada fizeram para melhorar a qualidade dos serviços prestados pelas polícias à população.


FORA UMANIZZARE


Segundo noticiou o jornal Folha de São Paulo, o governador Wilson Lima (PSC) irá providenciar a troca da empresa Umanizzare, dona de contratos milionários na administração dos presídios de Manaus, ainda neste ano, por meio de um novo processo licitatório.


@@@


A mudança atenderá a um verdadeiro clamor da sociedade, indignada com os péssimos serviços da empresa na assistência aos presídios.


EMENDAS IMPOSITIVAS


Assessores de deputados informaram à coluna que a Sefaz não executará as emendas impositivas aprovadas pelo Poder Legislativo Estadual em 2018.


@@@


A não execução das emendas pelo ex-governador Amazonino Mendes custou a derrota de vários parlamentares que pleiteavam a reeleição nas eleições passadas, dentre os quais Sabá Reis (PR), ferrenho opositor do Negão no Parlamento. 

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.