NOTÍCIAS
Política no Amazonas
14/07/2020

EXCLUSIVO! Josué Neto e Wilker Barreto seriam os mentores da campanha sórdida contra colegas deputados nas redes sociais

Compartilhar:
Foto: Gilmal

Josué Neto e Wilker Barreto: aliança do mal

Por Antônio Zacarias, diretor-geral do "PORTAL DO ZACARIAS" - De acordo com fontes do "PORTAL DO ZACARIAS", os deputados oposicionistas Josué Neto (PRTB) e Wilker Barreto (Podemos) seriam os mentores de uma campanha sórdida contra vários deputados da bancada de 14 parlamentares que são contra o impeachment do governador Wilson Lima na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

 

A campanha, conforme as fontes, seria responsável pela postagem nas redes sociais de banners difamando os deputados.

 

Veja também

 

‘A BRONCA DO ZACA’: Josué Neto continua mantendo amigo como “assessor fantasma” na Assembleia Legislativa. Esta é a segunda vez que Josué nomeia “Guto” como assessor para ele ganhar sem trabalhar. Josué deve gostar muito desse rapaz, não é mesmo?

 

‘A BRONCA DO ZACA’: CHEIRO DE PATIFARIA NO AR! Deputado Wilker Barreto compra posto de gasolina por R$ 3 milhões e põe no nome do irmão. Wilker entrou pobre na política e agora tá milionário. Como? Trabalhando duro. KKKKKKKK
 

No último final de semana, a campanha infame mirou os deputados Belarmino Lins e Alessandra Campêlo, apenas pelo fato de eles serem contrários ao processo de impeachment em tramitação na Aleam, o qual, segundo juristas, atenta contra a legislação federal que rege a matéria.

 

Josué Neto e Wilker Barreto sabem que perderam a batalha do impeachment.

 

A última cartada deles para tentar levar em frente, a ferro e fogo, o impeachment de Wilson Lima é a contratação ilegal, sem licitação, do advogado André Ramos Tavares, de São Paulo, pela bagatela de R$ 195 mil, na esperança de que o advogado obre o milagre do impeachment.

 

André Ramos é o mesmo advogado que em 2016 emitiu parecer contra o processo de impeachment da ex-presidente da República Dilma Rousseff.

 

Ora, pelo que consta, a legislação é a mesma para o caso de processo envolvendo presidentes e governadores. Mas, mesmo assim, Josué contratou o advogado, na esperança de que ele produza um milagre, uma mágica, tirando o governador do poder e colocando ele - Josué - em seu lugar.

 

Eivado de falhas, o processo de impeachment tende a naufragar na Comissão Especial, que vai analisar a denúncia feita contra Wilson Lima e o seu vice Carlos Almeida. E, se passar, morrerá fatalmente no Plenário Ruy Araújo, onde a bancada governista é predominante, dona de 14 votos.

 

Para conseguir o impeachment, Josué precisaria de 16 votos, o quórum de dois terços do Parlamento, o quórum qualificado. Por isso, Josué Neto está desesperado, como aconteceu na sessão legislativa de quinta-feira passada, quando ele foi denunciado pela deputada Joana Darc por mandar esvaziar o plenário para que não houvesse quórum à formação da Comissão Especial.

 

De uma “salinha de café”, de acordo com Joana, Josué ordenou que os deputados de oposição deixassem o plenário para boicotar o quórum qualificado que legalizaria a constituição da Comissão.

 

Rompido com o Governo do Estado, e com a Mesa Diretora dividida, Josuè Neto está praticamente alijado do processo sucessório deste ano na Aleam.

 

Ele está sozinho, isolado no Poder, que fugiu de suas mãos por culpa de sua própria ganância. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.