Notícias

Compartilhar Imprimir

Plantão Policial

11/06/2019

Haitiano descobre traição conjugal e mata mulher enforcada dentro de casa no bairro do Mutirão, Zona Norte de Manaus

Compartilhar:

Foto: Moradores se aglomeraram na frente da casa para ver a remoção do corpo da mulher assassinada pelo marido haitiano

Um haitiano que ainda não teve o nome e a idade divulgados matou sua mulher por estrangulamento, no final da manhã desta terça-feira, 11, na Rua 9 do bairro Amazonino Mendes, mais conhecido como Mutirão, Zona Norte de Manaus.

 

Depois de assassinar a mulher, o haitiano fugiu levando a filha de 4 anos e deixou a criança na recepção do Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, situado na Avenida Torquato Tapajós, e continuou a fuga.

 

Veja também

IMAGENS FORTES! Vídeo mostra homem com rosto banhado de sangue e agonizando após ser baleado no Bairro de São Raimundo, Zona Oeste de Manaus. VEJA
 

 

O haitiano foi preso quando tentava passar na barreira da Polícia Militar, e chegou a oferecer resistência ao sacar uma faca, mas foi dominado, preso e apresentado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

 

Em seu depoimento, o haitiano confessou o crime e disse que matou a mulher com quem veio de seu país para o Amazonas há pouco mais de um ano, porque descobriu que ela o estava traindo com outro homem.

 

Dezenas de moradores acompanharam o momento

da retirada do corpo de dentro da casa 

 

Viatura da Polícia Militar e carro-tumba do IML na rua onde haitiano

matou a mulher estrangulada com suas próprias mãos (Foto: Divulgação)

 

Antes de ser agredida e enforcada até a morte a haitiana teria confirmado para o marido que mantinha um relacionamento extraconjugal e queria a separação.

 

Segundo informação de um policial, o haitiano homicida revelou que ficou completamente fora de si ao descobrir a traição e cometeu o crime para se vingar da esposa.

 

O corpo da haitiana foi encontrado na casa onde morava, no começo da tarde, e depois do trabalho da perícia foi levado para a sede do Instituto Médic Legal (IML).

 

A mulher assassinada teria alguns parentes residindo em Manaus e as autoridades estavam à procura deles para assumirem a guarda da criança. 

Comentários

Joao Paulo da silva - 11/06/2019
Já bastam as porcarias do Brasil. Vem essa cambada de negros descamisados para encher o saco o dá trabalho aqui!
Silvane Costa - 11/06/2019
Que Deus tenha misericórdia dessa alma.
Jéssica Carla Facundes Ribeiro - 12/06/2019
Negro? Tu bem nasceu de chocadeira ne João Paulo da Silva pra n ter educação assim , esta certo em xinga ele pois um homem desse merece msm se lascar mas n se refira a ninguem pela cor pois se nao sabe pode ser preso e fazer compania a ele , otario.

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.