Notícias

Compartilhar Imprimir

Plantão Policial

15/06/2019

IMAGENS FORTES! Mulher é assassinada a tiros após denunciar milícia e traficantes na invasão indígena Iawaritê Ipixuna, na Zona Leste de Manaus

Compartilhar:

Foto: Divulgação

Oditi Cristina foi assassinada com três tiros na frente da casa onde morava na invasão

Uma mulher identificada como Odith Cristina dos Santos, 38, foi assassinada com três tiros na noite da última sexta-feira, 14, na frente casa onde morava com a família, na invasão indígena Yawuaritê Ipixuna, no Distrito Industrial 2, Zona Leste de Manaus.


Membros de uma facção criminosa e que também seriam integrantes de uma milícia criada para explorar a área comercialmente, cobrando aluguel das famílias que habitam a invasão indígena, são os principais suspeitos de matar Odeti Cristina.


Não se sabe ainda se a mulher foi assassinada porque denunciou os traficantes e milicianos ou se vinha se negando a pagar para continuar morando na área, mas estas dúvidas a polícia já está investigando para esclarecer o crime e chegar aos seus autores.


Veja também

IMAGENS FORTES! Vídeo mostra homem esfaqueando uma oficial da Policial Militar e em seguida sendo morto a tiros. VEJA

 

 

 

Foto: Divulgação


A dificuldade maior que os policiais enfrentaram assim que foram informados do assassinato e chegaram ao local do crime foi a “lei do silêncio” que os vizinhos de Oditi Cristina preferem obedecer com medo de sofrerem represálias dos criminosos que mataram a moradora.


Por conta desse medo dos mroadores da invasão indígena, os policiais não obtiveram a informação se foi apenas uma pessoa ou mais que abordaram e assassinaram a mulher quando ela saía de sua casa por volta das 21h da última sexta-feira e foi atingida pelos tiros mortais.


O corpo da mulher foi removido do local pela equipe do Instituto Médico Legal (IML).

 

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar o crime.

 

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!

 

 

 

Fotos: Divulgação

Comentários

Mari - 15/06/2019
Gente! que atrocidade aonde tá a justiça pra proteger o povo? Esses vagabundos tem que sairem da sociedade de bem, ficam ditando regras para as pessoas mais humildes. Tem que acabar com essas invasões porque esses criminosos se infiltram e ficam querendo se beneficiar em cima das pessoas pobres que ficam com medo por que se falarem são mortas como essa senhora. Cadê o Estado?
maria - 15/06/2019
Cadê o Estado pra proteger essas pessoas,? pessoas essas que elegem políticos que na maioria os abandonam. Esses criminosos tem que serem banidos da sociedade.Se beneficiam dessas invasões para estorquirem o povo carenteque não tem onde morar e se submetem a isso por necessidade.
Radamés ZL - 15/06/2019
Aos poucos as Milícias estão se instalando na cidade, agem sempre nessas áreas de invasões, tanto nessa do Distrito 2, quanto na invasão lá do Buritizal. Enquanto isso nossa polícia faz vista grossa, pois quando quiserem agir, talvez já seja tarde.
John wick - 15/06/2019
A polícia tem que ser mais dura com esses traficantes, e pensar que ainda tem oficiais dando informações sobre operações para traficantes.
MENGUELE - 15/06/2019
Senhores,eu e todos nós vemos protestos, contra a reforma da previdência protestos contra armar o cidadão de bem passeatas contra governo parada gay parada de prostitutas. MAS VOCÊS COMO EU NUNCA VIMOS UM PROTESTO PARA MELHORAR A SEGURANÇA DESSE PAIS QUANDO VAMOS ACORDAR PRA ISSO....
Sadan hussein - 15/06/2019
Não consigo entender como os traficantes ou milicianos ficam sabendo quando alguma denúncia é feita em sigilo para a Polícia...
Daniel Lourenco - 16/06/2019
Pode ser colocado um batalhaozibho tipo com barreira policial na entrada de cada invasao desta. Sai mais barrato que ficar rondando com a viatura no ar condicionado.

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.