NOTÍCIAS
Plantão Policial
27/07/2021

Primeiro dia de audiência de instrução do 'Caso Flávio' teve manifestação da família e amigos clamando por justiça e condenação dos envolvidos no assassinato do engenheiro

Compartilhar:
Foto: Divulgação

A família do engenheiro assassinado em setembro de 2019 foi para a frente do Fórum para cobrar que seja feita justiça e que todos os culpados sejam condenados e punidos pela Justiça do Amazonas

Na manhã desta terça-feira, 27, teve início a primeira audiência de instrução do processo criminal no Fórum Henoch Reis, sobre o assassinato a do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, morto a facadas em setembro de 2019.

 

São réus no processo José Edvandro Martins de Souza Júnior, Mayc Vinícius Teixeira Parede, sargento PM Elizeu da Paz de Souza, Alejandro Molina Valeiko e Paola Molina Valeiko,que são filhos de Elizabeth Valeiko, ex-primeira-dama de Manaus.

 

A primeira pessoa a ser ouvida pela Justiça foi Elielton Magno de Menezes, que depôs durante 1 hora e 37 minutos, das 11h às 12h37, na qualidade de vítima sobrevivente e de testemunha.

 

Veja também 

 

1ª Vara do Júri inicia audiência de instrução do 'caso Flávio' na terça-feira (27/07)

 

CASO FLÁVIO: CASO FLÁVIO: após dois anos, Justiça do Amazonas marca audiência de instrução para os dias 27, 28 e 29 de julho deste ano

 A festa em que o engenheiro Flávio Roderigues

foi assassinado aconteceu na casa de Alejandro Valeiko

 

A oitiva foi realizada por videoconferência tendo em vista que a Elielton não reside mais em Manaus e não compareceu ao fórum. O juiz da 1.ª Vara do Júri, Celso Souza de Paula, verificou a possibilidade de participação dele na audiência por videoconferência e a oitiva foi iniciada de forma remota.

 

Os questionamentos da promotoria duraram até 11h50. Já os advogados de defesa começaram a fazer as perguntas às 11h51. A audiência foi interrompida, para intervalo, às 12h37 e deverá ser retomada dentro de 1 hora.

 

Conforme o rito das audiências de instrução, o juiz Celso Souza de Paula deu prosseguimento ao ato processual ouvindo as testemunhas de acusação arroladas pelo Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE/AM); as testemunhas de defesa e, por último, fará o interrogatório dos réus.

 

Paola Valeiko, que também é filha da ex-primneira

dama do município, Elizabetu Valeiko, também foi

indiciada e será ouvida pela Justiça

 

 Em razão do número de testemunhas e réus, a 1.ª Vara do Júri se programou para realizar os trabalhos no decorrer de três dias (hoje, amanhã e quinta, 27).

 

À15h30 estava sendo ouvida agora a sétima e última testemunha de hoje - sendo que seis realizaram seu depoimento de forma presencial e uma por videoconferência. Todas arroladas pelo Ministério Público (acusação). Os trabalhos recomeçarão amanhã, às 9h, com os depoimentos das testemunhas arroladas pela Defesa - estão previstas 8 testemunhas.

 

Engenheiro Flávio Rodrigues  foi morto com

facadas e jogado em uma área de mata do bairro do Tarumã

em setembro de 2019 (Fotos: Divulgação) 

 

O último depoimento de hoje deve encerrar (previsão) por volta das 17h30 ou, mais tardar, 18h.
  

A Ação Penal tem como réus José Edvandro Martins de Souza Júnior; Mayc Vinícius Teixeira Parede; Alejandro Molina Valeiko; Paola Molina Valeiko e Elizeu da Paz de Souza. Destes, apenas Paola Molina Valeiko não compareceu à audiência na manhã desta terça-feira, tendo sido representada por seus advogados.

 

Familaires e amigos exigiram "Juistiça por

Fávio" na frente do Fórum Henoch Reis

 

Desde o começo da manhã os familiares e dezenas de amigos do engenheiro Flávio Rodrigues se posicionaram na frente do Fórum Hench Reis com faixas e cartazes que reivindicavam justiça.

 

“Todos por Flávio” era o maior cartaz que irmãos e amigos do engenheiro assassinado seguravam e faziam muito barulho gritando na frente do Fórum desde ás 8h até às 18h quando ainda estava sendo encerrado o depoimento da última testemunha deste primeiro dia de audiência do Caso Flávio Rodrigues.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram. 

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

A família do engenheiro assassinado em setembro

de 2019 foi para a frente do Fórum para cobrar que seja feita

justiça e que todos os culpados sejam condenados e punidos pela

Justiça do Amazonas (Fotos: Divulgação) 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.