NOTÍCIAS
Manaus
16/11/2020

Sepror e Mapa assinam Acordo de Cooperação Técnica, visando beneficiar o piscicultor do Amazonas

Compartilhar:
Foto: Reprodução

. O termo foi assinado na manhã desta segunda-feira (16/11) pelo titular da Sepror

 A Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) assinaram um acordo de cooperação técnica para disponibilizar recursos humanos de estagiários a serem contratados e cedidos ao ministério, visando beneficiar piscicultores do estado. O termo foi assinado na manhã desta segunda-feira (16/11) pelo titular da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, e pelo superintendente do Mapa no Amazonas, Guilherme Pessoa.

 

Os estagiários realizarão a digitalização de 100 mil processos de pescadores que ainda se encontram em forma física no Mapa, dificultando a manutenção e gerando problemas para o acesso do piscicultor no Amazonas. O acordo prevê que a Sepror disponibilize recursos humanos de estagiários e, nem segundo momento, disponibilize um equipamento para escaneamento para possibilitar a digitalização de cada processo arquivado.

 

Petrucio Magalhães esclareceu como esse acordo vai ajudar o pescador. “Isso vai facilitar o acesso do pescador às políticas públicas do Governo Federal, e do estadual, e também a sua aposentadoria e todos os benefícios sociais que estão previstos para eles. Este é um acordo que beneficia o pescador artesanal, o manejador, atendendo toda a categoria do Amazonas”, afirmou ele.

 

Veja também

 

Executado pela Sepror, Programa de Aquisição de Alimentos beneficia 3500 pessoas em Manacapuru

 

Ciama e Sistema Sepror articulam cooperação técnica para ofertar cursos voltados ao setor primário

 

“Vamos trabalhar de forma mais rápida possível para que estes arquivos sejam todos digitalizados e, assim, contatarmos de forma mais breve ainda o pescador”, complementou o secretário.

 

Guilherme Pessoa destacou a importância do acordo para o piscicultor do estado e também como isso gera um benefício para o Governo. “Esse ato assinado hoje vai permitir o acesso a dados que nós não tínhamos anteriormente, pois era inviável o processo de cada um desses 100 mil pescadores. Com isso, ele irá passar a ser um pescador registrado no Mapa”, explicou o superintendente.

 

A reunião contou também com a presença do secretário adjunto de Pesca e Aquicultura, Leocy Cutrim, que assinalou a importância da parceria.

 

“O termo tira um atraso de anos para os pescadores que deram entrada no principal benefício deles, que é o Seguro Defeso, e estes documentos estavam presos, pela falta de recursos para ser feito levantamento, encaminhado e digitalizado. Assim, saberemos se o pescador tem direito aos benefícios que estão disponíveis”, destacou Leocy Cutrim.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp.

 

Os novos colaboradores terão dois anos no mínimo de contribuição, devendo ter concluído o Ensino Médio ou estar cursando o Ensino Superior, desde que seja em curso compatível com a programação curricular estabelecida para curso.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.