Notícias

Plantão Policial

Repórter recebe voz de prisão depois de chamar investigador de polícia de ‘zé bu...’ ao vivo em Manaus. VEJA VÍDEO

Compartilhar:

Foto: Após ouvir o xingamento, investigador confronta o repórter.

 Um repórter sempre tem como função levar a informação para as pessoas da melhor forma possível, mas as vezes as situações acabam fugindo do controle.

 

Em Manaus, durante uma entrada ao vivo, o repórter Waldir Adriano, do 'Portal Tucumã', enquanto narrava o fato, fez um comentário extremamente infeliz dizendo que o investigador era 'Zé Buc#@%...'. 

 

O investigador ao ouvir o xingamento retorna, confronta o repórter e dá voz de prisão a ele dizendo que se trata de desacato. O repórter ainda retruca dizendo que 'toda vez é isso' e que ele 'estava tentando fazer seu trabalho. 

 

Foi feito um Boletim de Ocorrência onde o repórter foi indiciado por desacato.

 

VEJA IMAGENS DO B.O E O VÍDEO!

 

 

 

 

 

 

COMENTÁRIOS
Jhones - 17/10/2019
Esse ZÉ Bu****, é totalmente despreparo. Que reporter de Bosta.
frederico duarte - 17/10/2019
Entao porque o babaca do delegadinho sotero nao fez o mesmo....esse e umpolicial bbbbb, agora este ai esta certisssimo. Parabens,sem usar a violencia.ferz valer seu respeitro ser valer.
Brasil - 17/10/2019
Quando é o contrário, o cidadão tem levar pra corregedoria, esperar uns 6 e não dar em nada. Funcionário publico depois que foi criado essa lei do desacato, o cidadão não tem mais seus direitos de expressão.. chega em um delegacia, em um hospital, em qualquer órgão público os atendente faltam bater nas pessoas! e não tem uma lei rápida e eficaz ao consumidor e ao cidadão... O repórter faltou com respeito, mais isso serve de exemplo que a lei só beneficia alguns e outros não a quem recorrer.. Se fosse o contrário? esse repórter ia ter que rodar o mundo atrás de seus direitos, mais como não tem lei pra funcionário privado e outros.. o cara foi preso na hora...
Júlio Torres - 17/10/2019
Repórter errou, e o Policial Civil acertou. Se for o Waldir Adriano que sempre aparece nas reportagens da TV Em Tempo, é um jovem repórter realmente muito competente. Entranto errou, não estava num bom dia profissional e errou, já o investigador...mostrou uma excelente conduta, total profissionalismo. Parabéns. Já alguns infames comentários incitam logo agressões...bando de imbecis, o polcial perderia a razão e responderia processo administrativo e criminal por conta de qualquer agressão, seja física ou verbal. Agora gostei foi do corporativismo da imprensa, sempre falsa moralista. Sempre com papel fundamental da informação em nossa sociedade, mas quase sempre parcial...Vocês adoram estampar a cara da Sociedade aqui nos blog, pessoas suspeitas, pessoas denunciadas...muitas vezes antecipando julgamentos, condenando-as... Cade a imagem do repórter, não tem, não conseguiram, ou não quiseram expor um profissional da imprensa, para não manchar a categoria de vocês. Um jornalismo sério, respeitado segue um ditato: "Pau que dá no xico, dá no Francisco".
Matusalem - 17/10/2019
Ô PERFIL IRANDUBA, o repórter é extremamente competente?? para xingar um funcionário público?? se fosse eu, ele tinha era levado um soco na cara e nem ia fazer o BO, ele tá tendo é sorte na vida.
Dr. Rai - 17/10/2019
O provimento do cargo de Investigador de Polícia requer de seus candidatos formação de Nível Superior e aprovação em Concurso Público. Por sua vez, o exercício da profissão de jornalista também exige formação superior na respectiva área e outros requisitos, evidentemente.Ambas as atividades por cada qual desempenhada, é de fundamental importância para a manutenção da ordem e da informação, tão necessária à sociedade.Cabe a cada profissional oferecer o melhor de si para o bem da sociedade. De minha parte, registro meus agradecimentos a esses profissionais pelo indispensável serviço que prestam.
Pedro Garcia - 17/10/2019
Entendo que cada profissional deve realizar suas funções dentro de certos limites. O que houve foi um desvio de conduta de ambas as partes.
Infeliz - 17/10/2019
Ele foi infeliz nos comentários, mas esses funcionários públicos realmente tem muita má vontade, aí reclamar do trabalho deles, eles vêm com essa estória de desacato. Fazer o trabalho com desidia é desrespeito ao contribuinte.
IRANDUBA ZÉ - 17/10/2019
"IRANDUBA" COMPETENTE EM FALAR MERDA?
Aguiar - 17/10/2019
Reporte retardado tomou bem no c$%@ kkkk
Josué Vieira - 17/10/2019
Esse investigador de polícia, para esse "reporter", está com a moral quase zero! É xingando e ainda deixa o indivíduo colocar a mão no ombro dele??? Vem "reporter"! Vem com essa mesma postura, fazer isso aqui nas delegacias da cidade de São Paulo, mais precisamente... Na zona leste.
Robson - 17/10/2019
Esse reporte era para ir preso na hora desacatos a autoridade .. Para ele respeitar a polícia
John oliveira - 17/10/2019
Parabéns ao investigador por dar voz de prisão ao repórter! Tem que respeitar a polícia mn!!!
Iranduba - 17/10/2019
Conheco esse repórter ele é extremamente competente no que faz .
Repórter? - 16/10/2019
Esse desqualificado nunca será, cara sem controle emocional, repórter é aquele(a) que diante da dificuldade inerente a profissão, tira de letra e improvisa, sem ofender ou denegrir ninguém. É isso que dá banalizar uma profissão séria como essa.
Repórter vagabundo - 16/10/2019
Bem feito q recebeu voz de prisão, devia receber uns tapas tbm, tomara q seja demitido, onde já se viu ofender um investigador q presta serviço pra sociedade e está fazendo o seu trabalho dignamente, repórter vagabundo, uma praga dessa ainda qer trabalhar na imprensa e não sabe respeitar ninguém.
Welson Crispim - 16/10/2019
Respeito é bom e todo mundo gosta!
IRAILTON HOLANDA ARAUJO - 16/10/2019
Puts, então, o "Zé Buceta" e "Burro" foi o reporter, kkkkkkkkkkk
Nílton - 16/10/2019
Repórter de cu, acha q pq colocaram um microfone na mão já virou gente. Devia ter levado uns tapas pra aprender a respeitar as pessoas.
Culpa dos próprios policiais que nao poem ordem na casa - 16/10/2019
.
MAL EDUCADO - 16/10/2019
NEM SEI SE PRA SER JORNALISTA O CIDADÃO TEM OBRIGATORIEDADE DE TER NÍVEL SUPERIOR OU ALGUMA FORMAÇÃO TÉCNICA. DE QUALQUER FORMA O INVESTIGADOR FOI EXTREMAMENTE CONTROLADO E EDUCADO, CONTRASTANDO COM O COMPORTAMENTO DUVIDOSO DO TAL DO "REPÓRTER".
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Email:

Mensagem:

Leia também

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.