Notícias

Compartilhar Imprimir

Manaus

01/11/2017

Desembargador Jorge Lins assume em nota que é ele quem aparece se masturbando em vídeo

Compartilhar:

Foto: Reprodução

Desembargador Jorge Lins diz não saber como o vídeo vazou

O desembargador Jorge Lins, do Tribunal de Justiça do Amazonas, emitiu nota, na manhã desta quarta-feira, assumindo que é ele quem aparece se masturbando em um vídeo que desde ontem está circulando nas redes sociais e no WhatsApp.

 

" (...) fui igualmente vítima de uma conduta criminosa, consistente na publicação de um vídeo com conteúdo íntimo que, de forma ainda desconhecida, chegou às mãos de pessoa inescrupulosa, que expôs a minha imagem de forma prejudicial e com o único intuito de promover a minha desmoralização, considerando, sobretudo, a projeção profissional que possuo no âmbito do Poder Judiciário amazonense", ressalta na nota o desembargador.

 

Ele afirma não saber como vazou o vídeo e revela que foi vítima de tentativa de extorsão.

 

Assunto relacionado

Vazou no WhatsApp: vídeo mostra desembargador do Amazonas se masturbando e exibindo o pênis

 

Escândalo sexual: Servidor se masturba na frente de estagiária dentro do Tribunal de Contas do Amazonas. Esse aí na foto

 

Vídeo mostra capitão da PM fazendo sexo oral em outro homem em um posto de gasolina em Manaus; veja!

 

Veja a íntegra da nota:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

Prezados amigos, 

 

Venho a público manifestar-me sobre um vídeo disponibilizado no Facebook por um perfil falso, em nome de Solanda Costa, e que também vem sendo publicado em grupos de Whatsapp e portais de notícia, com o intuito de viabilizar a propagação do respectivo conteúdo.

 

Como já ocorrido com outras pessoas públicas, fui igualmente vítima de uma conduta criminosa, consistente na publicação de um vídeo com conteúdo íntimo que, de forma ainda desconhecida, chegou às mãos de pessoa inescrupulosa, que expôs a minha imagem de forma prejudicial e com o único intuito de promover a minha desmoralização, considerando, sobretudo, a projeção profissional que possuo no âmbito do Poder Judiciário amazonense.

 

Tal vídeo foi furtado, por meios desconhecidos, de modo que ainda não tenho como identificar em quais circunstâncias tal fato ocorreu, existindo, por isso, uma investigação em curso para comprovar a autoria dessa conduta.

 

Destaco que esse vídeo foi realizado dentro de uma relação privada, sem qualquer intenção de ser publicado e de causar escândalo, tampouco de provocar a falta de decoro, sendo este o objetivo de quem obteve o vídeo de forma ilícita e de quem o divulgou em redes sociais e em grupos de aplicativos de mensagens.

 

Faço questão de ressaltar que, antes da divulgação do vídeo, também fui vítima de tentativa de extorsão por uma pessoa que se utilizava de perfil falso em rede social, a qual me chantageou para que eu pagasse determinada quantia em dinheiro, sob pena de ter o conteúdo do vídeo divulgado, exigência esta que não aceitei, contrariando, com isso, os interesses sórdidos desse malfeitor.

 

Assim, resta patente que a publicação do vídeo ocorreu de forma intencional para causar dano ao meu meio social e familiar, distorcendo e transformando um ato praticado em uma relação privada em ato imoral, tentando desviar o foco da conduta que foi de fato perpetrada, consistente em ato criminoso.

 

Registro que, tão logo tomei conhecimento da divulgação do vídeo via Facebook, ingressei com as providências judiciais cabíveis e estou no aguardo do cumprimento das medidas legais determinadas pela Justiça.

 

Ademais, registro que esse fato não passará impune e que não descansarei até que todas as providências cabíveis e possíveis sejam tomadas perante as autoridades policiais e judiciárias para que o autor da referida publicação seja identificado e responsabilizado de acordo com os rigores da lei.

 

Por fim, agradeço a todos que se manifestaram de forma solidária e compreensiva diante desse lamentável episódio.

 

Manaus, 1º de novembro de 2017

Desembargador Jorge Manoel Lopes Lins

Comentários

jose mauricio - 01/11/2017
Boa tarde, isso e falta de respeito com a pessoa do desdor Jorge Lins, as pessoas devem saber seara a pessoa doo homem, ele como pessoa e genial um excelente pai um grande amigo, mais o homem e passivo de erro e quando se reconhecer se mostra mais a grandeza desse homem.
HOUSE OF CARDS - 01/11/2017
EM OUTROS LUGARES DO MUNDO (ONDE O JUDICIÁRIO DE DEPENDE DE BOA CONDUTA E COMPETÊNCIA) ESSE VÍDEO TALVEZ TIVESSE EFEITO DE BOMBA NUCLEAR NA CARREIRA DE UM DESEMBARGADOR. MAS NO BRASIL E, PIOR, NO AMAZONAS, NÃO PASSA DE UMA PIADA, UM CONSTRANGIMENTO ENFIM, UMA FOFOCA PRA RIR ENTRE OS CONHECIDOS DESSE ILUSTRE DESCONHECIDO. PRO POVÃO E PRO JUDICIÁRIO, ACOSTUMADO COM CONDUTAS MAIS REPROVÁVEIS, ISSO NÃO TEM EFEITO NENHUM. AQUI, APESAR DA PAVULAGEM, NÃO EXISTE ÓRGÃO NENHUM QUE EXIJA DEMAIS DA MORAL, DA ÉTICA OU DA IMAGEM DE SEUS MEMBROS. SEM TROCADILHOS.
Arsubanipal - 01/11/2017
"De onde menos se espera, é de onde não sai nada mesmo". Essa atitude representa, sobretudo, o despreparo moral de quem ocupa o mais alto posto da magistratura. Que autoridade tem esse indivíduo, para condenar aqueles que cometem atentado ao pudor? Nenhuma, são elementos promovidos graças ao prestigio de alguém que os apadrinham, em detrimento dos competentes, dos honrados e honestos. Péssimo exemplo desse canalha carreirista.
MAIS LIMINADES PARA SUB JUDCES EM CONCURSO !!! - 01/11/2017
deixem o cara em paz, o importante é a liberação de liminares para pessoas que não passaram em concurso se darem bem nas costas de quem passou LEGALMENTE !! concurso da PC que o diga.
Hilton - 01/11/2017
Antes de ser Jurista, é sujeito Homem e assume o feito,Parabéns.
Sofia - 01/11/2017
É do judiciário eles podem tudo,pensei que ele ia negar pego com na mão,se fosse um pobre era tarado, doente e psicopata. Como faz falta as visitas do CNJ em manaus
Soraya Arruda - 01/11/2017
Lamentável toda essa situação! Com certeza se meteu com alguma vagaba que por vingança resolveu colocar o vídeo na net. Ridícula posição do Portal! O que alguém ganha em expor uma pessoa dessa forma?! Quem se mete com homem casado é puta queridos! Con...Ver mais
Raimundo José Costa - 01/11/2017
O pau é dele ! A mão é dele ! A vontade é dele ! Não vejo nada de anormal nisso ! Só porque ele é um desembargador ??? Ele é um homem como outro qualquer , ou seja é um ser humano comum ! Tanto roubo em todas as esferas política e vão se encomodar com a punheta do desembargador ???
Linda Sobran - 01/11/2017
verdade deixa o cara!tem que vê e esses políticos ladrão.
Sidclebes Alves - 01/11/2017
Deixa o cara bater a punheta dela em paz...o povo barulhento esse????????
DMARQUES - 01/11/2017
o cidadão estava em ambiente privado e isso não diz respeito a ninguém.Portanto, esse portal não deveria abrir comentário para esse caso e outros da vida privada de cada pessoa. Isso não é liberdade de expressão é invasão de privacidade. PUNHETA EM AMBIENTE PRIVADO NÃO É CRIME, o desembargador deve saber disso.
Marcos Silva - 01/11/2017
Mermão deixa o cara bater a masturbação dele de boa, enviar o nudes ou video pra quem ele quiser...kkkkkkkkkkkkkkkkk
Júlia - 01/11/2017
Pode ser tema da banda da bica kkkk
Reginaldo Moon - 01/11/2017
Por isso que a Justiça está desacreditada. Esses capas pretas ganham altos salários e se expõe na frente de uma webcam. O corporativismo sempre passando a mão na cabeça deles.
Schwab - 02/11/2017
Coincidência esse vídeo aparecer próximo ao dia dos Finados. E num certo vídeo jaz um piu piu. Hehehehe

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2017. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.