NOTÍCIAS
Esporte no Amazonas
11/09/2021

'Dor de cabeça boa': com novos reforços, Piza revela que ainda não decidiu time: 'Vou pensar'

Compartilhar:
Foto: DIVULGAÇÃO

Treinador diz ter gostado da atuação de Derlan no último duelo, mas não crava titularidade. Já sobre Daniel Costa, Piza também deixou em aberto sobre sua reestreia na equipe principal

Desde que chegou ao Manaus, Evaristo Piza conseguiu dar um padrão de jogo e definiu um time titular, o qual conseguiu repetir em quatro dois seis jogos que comandou na Série C do Brasileiro - nos dois últimos teve jogadores suspensos.

 

Para o duelo deste domingo contra o Botafogo-PB, no estádio da Colina, o treinador, sem nenhum jogador suspenso, terá a chance de retornar com a a antiga formação. No entanto, Piz está balançado com as chegadas dos novos reforços, como Daniel Costa, além da boa atuação de Derlan no lugar de Guilherme Amorim, e revela que ainda analisará para para saber qual equipe coloca em campo.

 

- O Derlan veio para suprir a ausência do Amorim em um jogo, dei a camisa para ele e parecia que ele já estava aqui inserido desde antes de mim, apesar de toda a história que o atleta tem no clube, né. 96 jogos. Mas ele chegou no domingo, na terça já treinou, no sábado jogou e, com uma liderança, um procedimento muito bom. Cobrando a rapaziada. Um cara que já conhecia o grupo, conhece o clube. Então fez muito bem isso - completou.

 

Veja também 

 

Daniel Costa vai usar a camisa 30 do Manaus após pedido do filho: 'Ele gosta muito do Messi'

 

Rio Negro acerta com Emerson Martins, ex-Fast, para a Série B do Amazonense

 

- A mesma questão do Daniel. O cara retornando ao clube, deixou uma boa impressão ano passado, já conhece parte desse grupo. O que eu ganho com o Daniel? Eu preciso já de imediato lançar o Daniel? A equipe está bem ajustada, bem organizada. Vou dar mais uma semana para ele iniciar já? Ou não, já inicio com o Daniel? Tudo isso isso vou pensar hoje, amanhã - completou.

 

Mas Evaristo Piza também analisou os outros reforços que chegaram, como o volante Júlio Rush e o atacante Guilherme Pira, que vieram por empréstimo da Inter de Limeira.

 

- Tem o Júlio Rush, que tem uma experiência boa, uma vivência, fez o Paulista pelo São Bento, subiu ano passado com o Remo, uma base boa no Coritiba. O menino também, o Gui Pira. Velocidade pelos lados.

 

Um menino que teve passagem em time grande, na base, de seleção brasileira, fez um Paulistão pelo São Caetano. Agora no último gol pela Série D foi o autor do gol da Inter de Limeira. Então a gente tem bastante ganho com isso. Saber usar isso na hora certa para que a gente consiga êxito nessas decisões - acrescentou.

 

Antes da chegadas dos novos reforços, o time considerado titular por Piza, que ele repetiu em quatro dos seis jogos, foi o seguinte: Gleibson; Evan, Luís Fernando, Marcelo Augusto e Dudu Mandai; Guilherme Amorim, Gilson, Gabriel Davis e Anderson Paraíba; Rafhael Lucas e Denilson.

 

Jogo de seis pontos

 

Independentemente de quem irá a campo, Evaristo Piza tem uma certeza: o Manaus precisa vencer para ficar mais próximo da vaga na próxima fase. Segundo ele, a partida contra o Botafogo-PB, neste domingo, é considerado um jogo de "seis pontos", já que o Manaus está na liderança do grupo A da Série C, com 24 pontos, enquanto o Belo está na quinta posição, com 22.

 

Um jogo importantíssimo. Define muitas coisas nesse momento da competição. Seis pontos, né, praticamente, em disputa. Se pensando nessa matemática de segurar o adversário, você faz o resultado, vai a 27 e segura um concorrente direto. Deixa cinco pontos atrás. Então é um jogo que tem um caráter de seis pontos".


— Evaristo Piza, técnico do Manaus


- Mas não vai ser um jogo simples. Vai ser um jogo grande. Então a gente tem que preparar o grupo para isso. A gente vem de uma sequência boa no returno, fizemos jogos fortes. Só que a partir de agora são confrontos, como esse do Botafogo-PB, e temos que fazer valer o nosso mando, saber que a gente tem que respeitar o Botafogo, marcar bem eles - completou.

 

Análise do Belo

 

O técnico do Gavião destacou ainda que é preciso fazer uma partida com atenção máxima, já que o Botafogo-PB atua de forma reativa e tem atacantes velozes.

 

- Eles têm a característica de um jogo reativo muito forte, jogadores de velocidade. Ter atenção para impedir essa evolução do adversário. Se eles jogarem em uma linha baixa, explorando os nossos erros. A gente tem sempre que estar atento nessa bola, na perda dessa bola. Quem propõe tem o risco maior de errar. E a gente já tem que buscar e recuperar, sem dar espaço para o adversário poder nos contra-atacar - disse.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.
Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram

 

- E fazer um jogo forte. Acho que a equipe está com esse perfil. Espero que a gente consiga fazer um grande jogo e fazer o resultado positivo, que nos credencia a um grande passo para a próxima fase - completou.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.