Notícias

Compartilhar Imprimir

Coisas do outro mundo

05/10/2019

Alienígenas podem “grampear” asteroide para espionar Terra, sugere artigo

Compartilhar:

Foto: SCIENCE PHOTO LIBRARY

Cientista acredita que civilizações extraterrestres podem ter implantado escutas em objetos espaciais perto da Terra para monitorar a vida no planeta.

Nossa espécie evoluiu muito desde a idade da pedra, mas convenhamos, a humanidade ainda engatinha em sua jornada para virar uma civilização com tecnologia de fato avançada. Mal pisamos na Lua e nem mesmo o Sistema Solar pode ser considerado território familiar. Ainda assim, já sabemos como detectar vida em exoplanetas. E mais: temos um plano viável para enviar sondas a outras estrelas.

 

Agora imagine que, daqui a alguns séculos, os astrônomos descubram um mundo bem na vizinhança galáctica, a alguns punhados de anos-luz do Sol, com sinais claros da existência de seres vivos em um caminho evolutivo que parece apontar para um resultado parecido com o nosso. Não iríamos querer acompanhar de perto como as coisas se desenrolam?

 

Pois é: um pesquisador dos Estados Unidos acaba de propor exatamente esse argumento – só que às avessas: seriam os alienígenas que teriam vindo até aqui para espionar a nossa evolução.

 

Veja Também

 

'Casamento do prazer': clérigos usam prática religiosa polêmica para prostituir meninas no Iraque

 

Tetraplégico move braços e pernas após 4 anos com equipamento controlado pela mente

 

Em artigo publicado em setembro no periódico The Astronomical Journal, o físico James Benford desenvolveu os alicerces da ideia improvável – mas não impossível – de que ETs possam ter instalado “escutas” na superfície de algum asteroide ou cometa cuja órbita o mantenha sempre por perto da Terra.

 

Explicando melhor: de 1997 até hoje, nós descobrimos 15 objetos que se enquadram na categoria de quasi-satélites (assim mesmo, com a letra “i”) – a maioria após 2010. Eles não são satélites de fato, como a Lua, pois estão girando em volta do Sol, e não da Terra.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

Mas suas órbitas estão praticamente sincronizadas com a nossa, de maneira que planetas e quasi-satélites são como carros de Nascar tirando fina um do outro volta após volta em um imenso circuito oval.

 

O mais famoso co-orbital (outro nome para quasi-satélite), que foi batizado com o código 2016 HO3, fica a uma distância de mais ou menos 38 vezes a da Lua, e deve permanecer cortejando nosso planeta durante séculos. Seria o local ideal para ETs espiões instalarem um “grampo” para ficar de olho em nosso mundinho azul. 

 

Superinteressante

Comentários

. - 07/10/2019
KKKKKKKKKK É MUITA LOUCURA, O HOMEM ACREDITA EM COISAS QUE NAO EXISTE,E NAO ACREDITAM NO CRIADOR TODO PODEROSO VIVO E SANTO, JESUS CRISTO.

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.