NOTÍCIAS
Política
21/11/2020

Após 19 dias de apagão, Bolsonaro faz visitas a subestações de Macapá

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), e presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), na Base Aérea de Brasília antes de embarcarem para Macapá

Após 19 dias de apagão elétrico no Amapá ainda não resolvido em definitivo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) visitou Macapá, capital do estado, ao lado do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

 

Eles visitaram a subestação Santana e têm previsão de visitar a subestação Santa Rita mais tarde. Ambas ficam em Macapá. Geradores termelétricos deverão começar a fornecer energia nas duas subestações a partir de hoje, segundo o Ministério de Minas e Energia.

 

Sem máscara, Bolsonaro não discursou ao visitar a subestação de Santana, de acordo com transmissão da TV Brasil. Ele apertou um botão de um dos equipamentos do local e conversou com técnicos e políticos, além de tirar fotos.

 

Veja também


Um dia após assassinato de João Alberto, Bolsonaro enaltece diversidade do Brasil


Rachadinha: mulher de Queiroz ajudou a desviar R$ 1,1 milhão da Alerj, diz MP

 

Bolsonaro e Alcolumbre embarcaram hoje, por volta das 12h30, de Brasília para Macapá. No estado, estiveram acompanhados do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. O retorno do presidente da República a Brasília está previsto para o final da tarde de hoje.

 


O governo federal tem ajudado no transporte de geradores de fora do estado para o Amapá a fim de suprir o fornecimento de energia de forma emergencial. O estado sofreu apagão que deixou cerca de 90% da sua população no escuro após um incêndio atingir uma subestação sob concessão de uma empresa privada, a LMTE (Linhas de Macapá Transmissora de Energia). Um transformador foi danificado totalmente e outro foi avariado em parte - dias depois, consertado. Um terceiro equipamento reserva estava em manutenção há meses. Dessa forma, a energia às pessoas foi interrompida.

 

A energia começou a ser restabelecida no dia 7, mas em regime de rodízio. Um novo apagão no Amapá chegou a ocorrer na noite de 17 de novembro.

 

A expectativa do Ministério de Minas e Energia é que outro transformador transportado de Laranjal do Jari para Macapá entre em operação na próxima quinta-feira, 26 de novembro. Somente então é que o estado deverá ter disponibilidade de energia superior ao do dia 3 de novembro.

 

Auxílio extra a moradores do Amapá é suspenso


Ontem à noite, o desembargador I'talo Fioravanti Sabo Mendes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, acatou o pedido da União e suspendeu o pagamento de mais duas parcelas de R$ 600 a título de auxílio emergencial para moradores do Amapá atingidos pelo apagão que começou no último dia 3.

 

Segundo a AGU, o pagamento do auxílio iria "onerar em demasia os cofres públicos, na medida em que ensejará um custo estimado superior a R$ 418 milhões, sem que haja, no presente momento, previsão orçamentária específica".

 

Na quinta (19), Davi Alcolumbre, que é do estado, se reuniu com Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, em busca de uma solução para o tema. Segundo fontes, Guedes disse que há mecanismos para compensar o estado por meio do FGTS, seguro-desemprego, ou até mesmo a criação de auxílio social, mas a equipe econômica não definiu ainda o modelo de ajuda. O convite para que Bolsonaro visitasse Macapá foi feito por Alcolumbre.


Visita ocorre em meio às eleições com irmão de Alcolumbre candidato


A visita de Bolsonaro ao lado de Alcolumbre acontece em meio ao adiamento das eleições municipais em Macapá após decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O irmão de Alcolumbre, Josiel (DEM), é candidato à Prefeitura da cidade.

 

Segundo pesquisa Ibope divulgada em 11 de novembro, Josiel caiu nove pontos em relação ao levantamento apresentado em 28 de outubro. O candidato conta agora com 22% das intenções de voto e está tecnicamente empatado com Patrícia Ferraz (Podemos) e Dr. Furlan (Cidadania), ambos com 15%, depois de oscilarem positivamente 4 pontos cada um. A margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram. 

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

O grupo político dos Alcolumbre teme que o apagão impacte negativamente a campanha de Josiel, especialmente por contar com o apoio de Waldez Góes e do atual prefeito de Macapá, Clécio Luis (sem partido)

 

Fonte: UOL

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.