NOTÍCIAS
Manaus
23/01/2020

Após 95 casos em três meses, Manaus estuda prevenção contra Síndrome Respiratória Aguda Grave

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Estrelas no chão da entrada da casa mais vigiada do Brasil relembram os 19 campeões do reality

Em menos de quatro meses, Manaus registrou 95 casos de Síndrome Gripal e da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com um total de 12 mortes pela doença, segundo a prefeitura. Por isso a cidade deve receber, nos próximos dias, uma campanha de alerta e prevenção.

 

Manaus registrou nove casos e três óbitos causados pelo vírus da Influenza B, desde o dia 27 de outubro de 2019.

 

“Estamos vigilantes e já com nossas estratégias montadas para evitar um surto. Faremos uma grande campanha para alertar sobre os sintomas e cuidados necessários. Nossas Unidades Básicas de Saúde estão preparadas para atender a população”, destacou o prefeito.

 

Veja também

 

Campanha ‘Volta às Aulas’ do Detran-AM deve alcançar mais de 50 mil estudantes de Manaus

 

Sejusc oferece atendimento especializado para Pessoas com Deficiência

 

Ainda segundo o prefeito, caso necessário, Manaus estuda solicitar ao Ministério da Saúde a antecipação da Campanha Anual de Vacinação contra a Gripe na capital.

 

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio da Sala de Situação de Vigilância, já traçou estratégias de controle, reforçando as orientações junto aos profissionais de saúde para o melhor acompanhamento e manejo das pessoas que apresentam os sintomas da Síndrome Gripal e que podem evoluir para a SRAG.

 

Em reunião na Sala de Situação, foi definida a organização de um novo treinamento direcionado aos profissionais que realizam atendimento nas unidades de saúde para atualização de informações sobre o panorama da Síndrome Gripal e da SRAG, assim como a elaboração de uma Nota Técnica para orientação a todos os servidores sobre os protocolos de atendimento, além da definição de reuniões quinzenais da Sala de Situação.


Clima

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.   
Entre no nosso Grupo de WhatsApp.


Segundo a diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), enfermeira Marinélia Ferreira, os casos de SRAG ocorrem durante todo o ano em Manaus, mas há um aumento nas notificações com o início do período do inverno amazônico, quando há maior umidade e chuvas favorecem a transmissibilidade da doença.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.