NOTÍCIAS
Esportes
21/09/2020

Após problemas em série, Dome tem missão de remontar o desfigurado Flamengo contra o Barcelona

Compartilhar:
Foto: Twitter / Flamengo

Pedro será a referência do ataque do Flamengo contra o Barcelona

 Goleada sofrida, cobranças, pressão, vulcão ativo, lesão de Gabigol e seis jogadores com Covid-19... A passagem do Flamengo no Equador tem sido turbulenta, especialmente para o técnico Domènec Torrent, que no domingo foi obrigado a cancelar o treino e teve notícia de que Gabigol e mais seis jogadores estão fora do duelo com o Barcelona, na terça. Será preciso juntar as peças de um Flamengo desfigurado.

 

O exame apontou que Gabigol teve uma lesão na coxa direita, e não há tempo hábil de recuperação. O problema não é simples, e a tendência é de que ele seja desfalque em mais jogos. Para piorar mais a situação, seis atletas testaram positivo para Covid-19: Isla, Filipe Luís, Diego, Bruno Henrique, Michael e Matheuzinho. Expulso contra o Independiente del Valle, Gustavo Henrique também está fora por suspensão.

 

Veja também


Sport marca com Brocador, leva pressão do Fluminense até o fim, mas segura vitória


Faltou o gol: Botafogo e Santos fazem bom jogo e empatam por 0 a 0

 

A lista de desfalques dos atletas que viajaram ao Equador:

 

Gabigol (lesão na coxa direita)


Gustavo Henrique (suspenso)


Isla (Covid)


Filipe Luís (Covid)


Diego (Covid)


Bruno Henrique (Covid)


Michael (Covid)


Matheuzinho (Covid)


Se as cinzas do vulcão Sangay permitirem, Dome tem a chance de na tarde desta segunda-feira testar a formação para enfrentar o Barcelona, na terça. Alguns jogadores que estão no Brasil foram alertados sobre a chance de precisarem viajar às pressas, e existe a chance de se juntarem ao elenco nesta segunda.

 

Treino do Flamengo em Guayaquil — Foto: Divulgação Flamengo

Foto: Divulgação / Flamengo

 

Levando apenas em consideração os jogadores que já estão no Equador, o técnico teria que fazer ao menos uma improvisação, já que os dois laterais-direitos, Isla e Matheuzinho, não estão à disposição.

 

Em outras ocasiões, Dome já utilizou Rodrigo Caio e Thuler na lateral, mas a experiência não deu um bom resultado. Outra alternativa é deslocar o canhoto Renê para direita, como foi feito contra o Santos. Neste caso, Ramon ganharia a chance de estrear em jogos de Libertadores. Há também a chance de improvisar um volante na lateral, por exemplo.

 

No ataque, sem Gabigol e Bruno Henrique, Pedro será a principal referência. Além dele, apenas outros dois jogadores do setor estão à disposição: Vitinho e Lincoln. Se quiser deixar apenas Pedro como referência, Dome tem a opção de escalar os volantes Arão e Thiago Maia e povoar o setor de criação de meio de campo com Gerson mais adiantado ao lado de Everton Ribeiro e Arrascaeta, por exemplo.

 

Uma possível escalação do Flamengo para o duelo com Barcelona — Foto: ge

Foto: ge

 

Será uma montagem de quebra-cabeça para o treinador. Sem levar em conta os possíveis atletas que podem viajar para o Equador, Dome teria no banco apenas dois goleiros e quatro jogadores de linha.

 

Os 17 jogadores que estão no Equador à disposição para enfrentar o Barcelona:

 

Goleiros: César, Gabriel Batista e Hugo;

 

Laterais: Renê e Ramon;

 

Zagueiros: Rodrigo Caio, Léo Pereira e Thuler;

 

Volantes: Willian Arão, Thiago Maia, Gerson e Gomes;

 

Meias: Arrascaeta e Everton Ribeiro;

 

Atacantes: Pedro, Vitinho e Lincoln.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp

 

Flamengo e Barcelona se enfrentam nesta terça-feira, às 19h15, em Guayaquil. A equipe rubro-negra está em segundo lugar com seis pontos, enquanto os equatorianos perderam seus três jogos e ainda não pontuaram. No outro jogo do Grupo A, o líder Del Valle enfrenta o Junior Barranquilla, na Colômbia.

 

Globo Esporte

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.