NOTÍCIAS
Coronavírus
28/03/2020

Após se recuperar do coronavírus, mulher é liberada da quarentena e revê família

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Eliene Scaglioni ficou 14 dias isolada por causa da doença. Convívio com familiares foi liberado por médicos e secretaria de Saúde, no entanto, paciente precisa continuar em isolamento social.

Após ficar 14 dias sozinha e isolada em um quarto por causa do diagnóstico do novo coronavírus, uma professora de Londrina, no norte do Paraná, foi autorizada a rever os familiares. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, Eliene Scaglioni está recuperada da doença.

 

Na manhã deste sábado (28), a professora pôde deixar o quarto e encontrar com os filhos e o marido.

 

Apesar da liberação por parte de médicos para ter contato com familiares, a paciente deve continuar em isolamento social, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde.

 

Veja também

 

CIENTISTAS DIZEM QUE MAIS DE 1 MILHÃO DE PESSOAS PODEM MORRER NO BRASIL SEM MEDIDAS RESTRITIVAS DE ISOLAMENTO SOCIAL

 

No Brasil, há 92 mortes por covid-19 e 3.417 casos

 

Eliene foi uma das primeiras pessoas a testar positivo para o novo coronavírus em Londrina, no início do março. Todo o tratamento foi feito em casa.

 

"É tudo novo, a gente não sabe o que vai sentir. No começo foi mais difícil, momentos de angústia, de ansiedade. Mas eu tinha a certeza que eu queria viver e ver meus filhos de novo", disse a professora.


Isolada no quarto, Eliene contou com o apoio de familiares e amigos, que faziam chamadas de vídeo por meio da internet para conversar.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram 

Entre no nosso Grupo de WhatsApp. 

 

"Meu marido, meu filho e minha filha todas as noites ligavam por vídeo pra gente se falar boa noite. Então de uma forma, sempre juntos. Eu venci", disse Eliene.

 

G1

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.