NOTÍCIAS
Novelas
28/03/2020

Éramos Seis termina com um dos melhores finais de novela da Globo, ressaltando a esperança e a família

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Éramos Seis termina com um dos melhores finais de novela da Globo, ressaltando a esperança e a família

Globo consegue dar um grande desfecho a uma das obras mais produzidas da teledramaturgia brasileira e Éramos Seis consagra o talento e a importância de Gloria Pires nas novelas.

 

Não era uma tarefa fácil produzir um novo remake de Éramos Seis, uma das histórias mais contadas da TV brasileira. Mas Silvio de Abreu, todo poderoso da teledramaturgia da Globo, deu essa difícil missão para Angela Chaves e seus colaboradores, junto com a direção de Carlos Araújo e equipe.

 

A autora, que também trabalhou em outras obras como na supersérie Os Dias Eram Assim, Páginas da Vida, Rock Story e Viver a Vida, conseguiu cumprir a tarefa com maestria.

 

Sem pressa, Éramos Seis não mostrou correria ou mudança de estratégia mesmo quando apresentou média baixa na audiência para o horário em seu início, e contou a história originalmente escrita por Maria José Dupré, com todas as suas passagens de tempo, focando na protagonista Lola, agora defendida por Gloria Pires.

 

Um dos pontos altos da novela da Globo, já comentado aqui no TV Foco, foram os papéis de destaques bem distribuídos entre os atores veteranos e os chamados “nova geração”. Entre outros nomes, destacaram-se os filhos de Lola interpretados por Danilo Mesquita, André Luiz Frambach, Giullia Buscacio e Nicolas Prattes. Além de Carol Macedo, Triz Pariz, Jhona Burjack, Joana de Verona e Julia Stockler.

 

Ainda em Éramos Seis, o elenco coadjuvante não deixou a desejar, como Simone Spoladore, que na pele de Clotilde deu show de interpretação em cenas pra lá de difíceis. Ao mesmo tempo o núcleo cômico também deixou a novela mais leve e serviu como um respiro na história triste de Dupré.

 

Deram show: Denise Weimberg, Camila Amado, Maria Eduarda de Carvalho e Eduardo Sterblitch que fez sua grande estreia nas novelas da Globo contracenando com Susana Vieira e Gloria Pires. Além claro de Cássio Gabus Mendes que fez com que o público torcesse para um final romântico de Lola e Afonso.

 

 

Quinto remake

 

No último capítulo de Éramos Seis, sem grandes alardes, Lola conseguiu reunir todos seus filhos em uma simbólica ceia de natal, representando nascimento e união. A matriarca da família Lemos também chorou a morte da mãe e reforçou a cumplicidade entre as irmãs.

 

Além de um final redondo para todos os personagens centrais da trama. Mesmo contanto a mesma história pela quinta vez, Éramos Seis provou que vale a pena investir em remakes de tramas consagradas e Silvio de Abreu deve estar atento a outras novelas que fizeram sucesso no passado. 

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

Fotos: Reprodução

 

TV Foco

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.