NOTÍCIAS
Política
27/07/2021

Bolsonaro diz que está entregando a ‘alma do governo’ a líder do Centrão

Compartilhar:
Foto: Reprodução

O senador Ciro Nogueira (PP-PI) e o presidente Jair Bolsonaro participam de inauguração de ponte entre Piauí e Maranhão

Horas após sacramentar o senador Ciro Nogueira (PP-PI) como novo ministro-chefe da Casa Civil, Jair Bolsonaro disse, em entrevista a uma rádio, que está entregando ao líder do Centrão a “alma do governo”. O presidente contou ainda que entendeu como um “sinal de Deus” um problema na turbina do avião no qual Nogueira viajava do México ao Brasil, após ter recebido o convite para ser ministro.


Quando questionado sobre críticas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à entrada de Nogueira, ex-aliado do PT, no governo Bolsonaro, o presidente voltou a defender o senador, dizendo que as “pessoas mudam”. Bolsonaro disse ainda que a interlocução com o Congresso será feita de “forma salutar e não de forma comprada como ocorria no passado.”

 

— O Ciro está feliz. Ele falou para mim que o sonho da vida dele era ocupar um ministério como esse. E dizer ao senhor presidente Lula não é o ministério das Minas e Energia, onde o orçamento é milionário. Não é o Transporte, não é o Desenvolvimento Regional. É a chefia da Casa Civil, é a alma de um governo. É realmente a nossa interlocução aumentando com o parlamento de forma salutar e não de forma comprada como acontecia no passado — disse.

 

Veja também

 

Bolsonaro rebate fala de Lula: 'Se ele está criticando, estou no caminho certo'. VEJA

 

Flávio Bolsonaro terá vaga na CPI da Covid após Ciro Nogueira assumir Casa Civil

 

Bolsonaro empossa Luiz Eduardo Ramos como ministro da Secretaria de Governo  | Política | G1

 

O presidente admitiu que o ainda ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, teve dificuldade de articulação com o parlamento. General da reserva, Ramos chegou em junho de 2019 para assumir a Secretaria de Governo, cuja principal missão é interagir com o Congresso. Em março deste ano, assumiu a Casa Civil, mas seguiu com atribuição de dialogar com deputados e senadores.

 

— Coloquei o Ciro porque preciso melhorar a interlocução com o Congresso. O general Ramos é uma excepcional pessoa, é meu irmão. Agora, com o linguajar do parlamento, ele tinha dificuldade. É a mesma coisa que pegar o Ciro Nogueira e botar ele para conversar com generais do Exército. O Ciro não saberá falar com eles por melhor boa vontade que tenha — afirmou Bolsonaro.

 

Ciro Nogueira na Casa Civil fortalece governo, mas não resolve tudo

Fotos: Reproduções

 

As declarações foram dadas em entrevista à Rede Nordeste de Rádio, com transmissão para 400 emissoras nos nove estados da região e Tocantins, no Norte. Como informou o GLOBO, o presidente, em busca de popularidade, está concedendo entrevistas diárias para emissoras de todo o país.

 

Na entrevista, o presidente contou ainda que Nogueira relatou que o avião em que voltava ao Brasil, após ter recebido o convite para ser ministro quando estava de férias no México, teve uma turbina explodida. Bolsonaro disse que entendeu isso como um “sinal de Deus.” Bolsonaro contou que Nogueira “viu a morte ao seu lado” e o comparou com a facada recebida por ele mesmo durante ato de campanha em 2018.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram. 

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

— É o momento em que você procura se encontrar. Da onde vim, para onde vou. Como é que está minha vida. Eu serei bem recebido nesse destino que cabe a todos nós? O Ciro relatou isso pra mim. Foi um sinal de Deus, no dia seguinte do convite que fiz a ele, esse problema com seu avião. Graças a Deus deu tudo certo — declarou.

 

Fonte: O Globo

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.