16 de Junho de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Política
10/06/2024

Bolsonaro manda e PL vai desistir de cassação de Sergio Moro

Foto: Reprodução

Sob ordens do ex-presidente, legenda desiste de senado no Paraná

O PL de Jair Bolsonaro não deve recorrer da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que absolveu o senador Sergio Moro (UB-PR) da cassação por abuso de poder econômico.

 

O PL era um dos agentes da ação contra a chapa. O PT também apoiava a cassação. A ideia de ambos os partidos era derrotar Moro para abrir uma eleição suplementar e assim criar uma prévia da eleição de 2026.

 

A disputa para substituir o ex-juiz ficaria, provavelmente, entre Gleisi Hoffman (PT) e Michelle Bolsonaro (PL). Contudo, após ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro, a legenda de extrema direita decidiu interromper a ação e aceitar Moro no cargo temporariamente.

 

Veja também 

 

Eduardo Bolsonaro será nosso 'candidato a senador', afirma Valdemar Costa Neto

 

'Sou bolsonarista e vou continuar sendo', diz Tarcísio em evento em São Paulo

Apesar do ex-ministro da Justiça ter rachado com Bolsonaro, os dois lados estão em reaproximação desde outubro de 2022, quando o paranaense apoiou enfaticamente se ex-chefe no segundo turno.

 

O senador e colega de Moro Flávio Bolsonaro (PL-RJ) já havia adiantado qual seria a posição do partido anteriormente. “A orientação partidária é que o PL não recorra, essa é a orientação do presidente Bolsonaro”, disse.

 

O partido também considerou que o governador Ratinho Jr. (PSD-PR) não apoiaria Michelle e que poderia haver um racha da direita no pleito.O PT já havia desistido de entrar com um recurso por enxergar que a pauta seria derrotada após uma vitória acachapante de Moro na corte eleitoral.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

Além de entender a questão como uma derrota, enxerga que existem outras ações que podem prejudicar a estabilidade do ex-juiz no cargo, como o próprio julgamento do senador no Supremo Tribunal Federal por calúnia contra Gilmar Mendes.Sabe-se também que o presidente Lula não era uma enfático defensor da cassação do senador, o que desmobilizou o partido em torno da questão. 

 

Fonte: O Globo

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.