NOTÍCIAS
Arte e Fama
07/09/2020

Candidata trans do Miss Brasil afirma 'matar um leão por dia'

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Rayka Vieira é a primeira candidata trans a concorrer ao título de Miss Brasil em 60 anos de concurso

Rayka Vieira está rompendo barreiras ao se tornar a primeira candidata trans do Miss Brasil Mundo. A modelo foi eleita Miss Centro Goiano CNB, e se prepara para disputar o concurso nacional. Rayka é a primeira mulher trans, em mais de 60 anos de concurso.

 

A modelo conversou com exclusividade com o Famosando e falou sobre o momento que está vivendo “Eu entrei no concurso e não imaginava que ia ter essa repercussão tão grande, entrei através de um convite do coordenador Raffa Rodrigues, pra realizar meu sonho. Sou modelo há alguns anos e isso é a consagração de muitos anos de luta. Mas já estava ciente de que teriam várias críticas, afinal em 60 anos de concurso isso nunca tinha acontecido, logo estamos quebrando um tabu, visto que era apenas mulheres cis que podiam concorrer”

 

Veja também

 

Ex jurado do Bake Off, Fabrizio Fasano, critica candidata trans do Miss Brasil

 

Deborah Secco aproveita dia de sol e atualiza bronze de biquíni. veja fotos

Apoio

 

Candidata trans do Miss Brasil desabafa "Matar um leão por dia"

 

Rayka sofre preconceito mas também ganhou o apoio de vários ídolos como do ator Silvero Pereira “Eu estou tranquila em relação às críticas pois o concurso é para enaltecer a mulher Brasileira, suas lutas, seu dia a dia, os ideais que defende e suas histórias. Estou tento muito apoio, muito mesmo. Tenho visto artistas postando minha foto, que eu era fã como o Silvero Pereira por exemplo, isso enche meu coração de alegria, São tantas mensagens que não estou conseguindo responder.”

 

“Por um lado fico triste, porque realmente vemos como a sociedade ainda é ignorante é nos reduz ao sexo ou a genitália, deixam de ver o ser humano que existe por trás dessa casca, por outro fico feliz, afinal essas são críticas que já ouço desde quando tenho 15 anos e tudo isso me fortaleceu pra ser a mulher que sou hoje.” completou a Miss.

 

Primeira Miss trans

 

Candidata trans do Miss Brasil desabafa "Matar um leão por dia"

 

Em 2019, a mulher trans Nathalie de Oliveira havia disputado o estadual Miss Rio de Janeiro mas não chegou a se classificar. O concurso que Rayka vai participar elege uma brasileira para competir no internacional Miss Mundo, que até hoje não teve nenhuma candidata transexual.

 

Anteriormente, o Miss Universo contou com a presença da modelo trans Angela Ponce. Em 2018, ela defendeu a Espanha na disputa e foi homenageada ao vivo na grande final.

 

A candidata trans Rayka Vieira tem 25 anos e está se preparando para a disputa do título de Miss Brasil que inicialmente aconteceria em outubro. Mas por conta da pandemia adiou-se para março de 2021.

 

Aceitação e preconceito

 

Candidata trans do Miss Brasil desabafa "Matar um leão por dia"

 

A candidata revelou que suas concorrentes a aceitaram muito bem “Fui muito bem recebida até aqui por elas, no dia que me adicionaram ao grupo e fizeram meu post oficial, tiveram candidatas de alguns estados como a Miss Piauí (Larissa), por exemplo, que postou uma mensagem de apoio tão linda que meus olhos brilharam. Falamos pouco ainda porque não tivemos contato pessoalmente, somente pelas redes sociais, mas estou ansiosa para conhecê-las pessoalmente. Creio que serei bem recebida por elas como tem sido até agora, assim como toda a equipe do Miss Goiás e do Miss Brasil na pessoa do Henrique e da Marina que me abraçaram de uma forma espetacular”.

 

Candidata trans do Miss Brasil desabafa "Matar um leão por dia"

Fotos: Reprodução

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp.

 

Rayka aprendeu a lidar com o preconceito e vence-lo com amor “Em relação ao preconceito eu sou um pessoa bem madura graças a Deus e tenho os pés firmes no chão, não é fácil todos dias levantar e pensar como vai ser o dia, pra ninguém né!? Quem tem empatia sabe o que to falando, afinal tenho que matar um leão por dia pra continuar lutando pelos meus ideais, tanto em empregos, quanto na vida social. O amor vence as barreiras do preconceito, a minha volta está cheia de pessoas que me amam e isso me fortalece a cada minuto” finalizou. 

 

Famosando

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.