NOTÍCIAS
Plantão Policial
27/07/2021

Casal é executado com mais de 35 tiros e pistoleiros deixam recado na cabeça de vítima: 'Favor não roubar'. VEJA

Compartilhar:
Foto: Reprodução

De acordo com as informações da polícia, o casal estava comemorando o aniversário de 22 anos de Anabel

Mateo Martínez Armoa, de 21 anos, e Anabel Centurion Mancuelo, de 22, foram executados com mais de 35 tiros, em uma choperia, durante a noite de segunda-feira (26), na cidade de Pedro Juan Cabellero, no Paraguai, vizinha à Ponta Porã (MS).

 

De acordo com as informações da polícia paraguaia, os pistoleiros deixaram um bilhete preso à cabeça de uma do jovem, escrito: "Favor não roubar. Ass: Justiceiros da Fronteira" (traduzido para o português).

 

As informações apuradas pela polícia no local apontam que o casal teria ido ao bar para comemorar o aniversário de 22 anos, de Anabel Centurion Mancuelo. Ainda segundo a força de segurança do país vizinho, o objetivo dos pistoleiros era matar Mateo.

 

Veja também

 

Menino de 13 anos é alvejado por 14 tiros enquanto buscava primo para o aniversário da mãe

 

Polícia indicia viúva e ex-mulher de Lázaro Barbosa por ajudá-lo na fuga, em Águas Lindas de Goiás

 

O jovem, de 21 anos, foi atingido com pelo menos 36 tiros e morreu na hora, conforme a polícia paraguaia explicou. A guarnição também informou que Anabel chegou a ser enviada para um hospital particular, em Pedro Juan Caballero, mas morreu durante a madrugada desta terça-feira (27).

 

Ao chegar no bar e ver os corpos, a polícia encontrou um bilhete pendurado à cabeça de Mateo (veja foto abaixo). As autoridades paraguaias informaram que o jovem executado tinha antecedentes criminais.

 

Recado deixado por pistoleiros foi encontrado preso à cabeça de uma das vítimas.  — Foto: Polícia Paraguaia/Reprodução

Foto: Reprodução

 

A participação de facções criminosas pode estar relacionada às execuções. A polícia não descarta que o bilhete pode ser um dos indicativos do envolvimento de uma possível organização.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp.

 

O serviço de segurança do Paraguai segue investigando o caso.

 

Fonte: G1

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.