NOTÍCIAS
Bizarro
26/06/2020

Casal guarda filha recém-nascida morta e passa 3 dias ao lado do corpo

Compartilhar:
Foto: Divulgação

Jovem casal Hattie Rydel

A história do jovem casal Hattie Rydel, de 27 anos, e Perry Angel, de 28, não é para quem tem coração fraco. Eles acabaram tendo que dar adeus a sua filhinha, que havia acabado de nascer, mas antes tiveram uma atitude bastante comovente.

 

Em janeiro do ano passado, o casal britânico ficou extremamente contente ao saber que Hattie estava à espera de seu primeiro bebê. A notícia foi descoberta pouco depois do aniversário de seis anos de relacionamento.

 

Alguns meses depois, Hattie sentiu que algo estava errado com o bebê e resolveu fazer um exame para saber o que havia acontecido, pois não sentia mais a movimentação do feto. Foi então que o médico deu uma triste notícia para o casal.

 

Veja também

 

Dor e desprezo: 1 ano após denunciar Neymar, como vive Najila pode te fazer chorar

 

Live com show de Pabllo Vittar e Friends: veja onde assistir e como será

 

 

 

De acordo com o resultado do exame, a pequena Robyn não tinha mais batimentos cardíacos. A notícia foi um verdadeiro choque para Hattie e Perry, que ficaram extremamente arrasados ao saber que não veriam a menina com vida.

 

 

Às 40 semanas de gravidez, Hattie deu à luz Robyn, infelizmente morta, no Hospital Medway, em Chatham, Kent. Inconformado, o casal queria um tempo com a menina, mesmo sem vida, para poder se despedir e apreciar a filha mesmo que por pouco tempo.

 

Fotos: Reprodução

 

Em meio a tanta tristeza, o casal recebeu um presente que ajudaria a passar mais tempo com a filha. A instituição de caridade Abigail’s Passoste doou um berço com refrigeração, para que assim a menina pudesse ficar com os pais um pouco mais de tempo antes de ser enterrada.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram
Entre no nosso Grupo de WhatsApp.
 

Com o presente, os britânicos conseguiram ficar 3 dias com a filha: “Descansamos com ela, conversamos com ela, cantamos, trocamos de roupa, seguramos-a, acariciamos seus dedos e observamos todos os seus pequenos detalhes. Sair do hospital foi a coisa mais difícil que já fizemos, mais difícil do que trabalhar e dar à luz, mais difícil do que planejar o funeral dela“, disse a mãe da pequena Robyn.

 

1news

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.