NOTÍCIAS
Esportes
13/02/2020

Climão? Odair Hellmann explica desentendimento com Gabigol e Jorge Jesus durante o Fla-Flu

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Flamengo levou a melhor sobre o Fluminense e está classificado para final da Taça Guanabara

O Flamengo venceu o Fluminense por 3 a 2 e está classificado para a final da Taça Guanabara. A partida foi marcada pelo amplo domínio rubro-negro até os 15 minutos da etapa final, quando o Fluminense reagiu diante do placar adverso de 3 a 0, e quase conseguiu o empate, que o classificava para decisão do primeiro turno do Campeonato Carioca.


Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico do Fluminense, Odair Hellmann valorizou a reação no clássico e acredita que produziu mais que o Flamengo no momento de superioridade na partida.


"Por todo o conjunto dos 98 minutos, nós merecíamos ter empatado o jogo e nos classificado. Apesar de o Flamengo ter feito um 1º tempo bem melhor, na minha concepção, nosso 2º tempo foi muito melhor e nós produzimos, botamos a bola para a rede e fizemos quatro, mas valeu dois. E em outra o Evanilson esteve na cara do gol.

 

Veja também

 

Comentarista detona postura de Jorge Jesus em clássico: 'Arrogância sem sentido'

 

Conor McGregor tem vídeo íntimo com amante vazado na web. VEJA

E essa produção contra um time organizado, estabilizado e com um nível de qualidade que o Flamengo tem, mostra o caminho que estamos e que precisamos traçar. Temos um parâmetro alto e é esse parâmetro que devemos seguir."


Sobre a discussão com Gabigol e Jorge Jesus à beira do campo, Odair chegou a trocar farpas com o português após o segundo gol marcado pela equipe tricolor, mas a situação logo foi resolvida.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 
"O árbitro estava analisando o VAR e aí o Gabriel veio próximo de mim e disse: "se acalma, o VAR está vendo". Eu disse: "Se acalma é fácil para você, que está ganhando o jogo". E aí o Jesus veio porque o Gabriel estava conversando comigo. Mas o Gabriel é meu amigo, trabalhou comigo na Olimpíada, temos essa relação, mas ali cada um está defendendo o seu. Jesus achou que tivesse alguma coisa, veio tirar o Gabigol, mas estávamos falando normalmente. Eu disse: "Profe, se acalma que ele é meu amigo, conheço bem. Foi isso. Ninguém discutiu", concluiu o técnico do Fluminense. 

 

O Dia

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.