NOTÍCIAS
Mulher
16/11/2020

Como identificar (e tratar) as 3 principais causas de queda de cabelo nas mulheres

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Mas médicos relatam o aumento no número de pacientes mulheres com esse problema.

 Mas médicos relatam o aumento no número de pacientes mulheres com esse problema. Isso não quer dizer, necessariamente, que a calvície feminina aumentou, mas que estamos mais confortáveis para falar sobre o assunto – o que é um grande passo para diminuir o estigma e levar os pesquisadores e mercado cosmético a se concentrarem em soluções.

 

Confira nosso guia com as três causas mais comuns de queda capilar e as melhores soluções para cada uma.

 

Veja também

 

Unhas inflamadas: descubra as causas e como tratar em casa

 

Confira 6 minerais que ajudam a rejuvenescer

 

Pós-parto

 

Como lidar com a queda de cabelos no pós-parto e manter os fios bonitos |  MdeMulher

 

O que é

 

Você já ouviu alguma mulher dizer que o seu cabelo estava mais forte e bonito durante a gravidez? Isso não é – desculpe o trocadilho – coisa da cabeça dela. “Durante o período gestacional, os níveis de estrogênio e progesterona mantém-se altos, uma vez que a placenta produz esses hormônios. Eles fortalecem os fios”, explica José Vitor de Oliveira Junior, dermatologista e diretor do departamento de tricologia da Clínica Volpe, em São Paulo.

 

O que acontece logo depois é uma queda desses níveis. “A diminuição acentuada de hormônios acontece cerca de dois a quatro meses após o parto”, diz Claudia Marçal, de Campinas (SP), dermatologista e membro da Academia Americana de Dermatologia. Some a isso as noites mal dormidas, o estresse e todo o gasto calórico e nutricional por conta da amamentação, e o resultado são falhas relevantes no cabelo. Mas não precisa entrar em desespero. Isso é o que médicos chamam de “eflúvio telógeno”, uma perda transitória e não definitiva – diferente da calvície.

 

Como é

 

Queda de cabelo no pós-parto é natural -

 

A maioria das mães reclama que o cabelo está mais frágil e rarefeito, chegando até a falhas visíveis, principalmente em cima da testa, fazendo com que a linha do cabelo comece mais para trás. “A preocupação deve acontecer quando o volume capilar diminuir acentuadamente ou a queda persistir por mais de sessenta dias”, diz Claudia.

 

O que resolve

 

Como identificar (e tratar) as 3 principais causas de queda de cabelo nas  mulheres - Women's Health

 

Tratar precocemente com alimentação e fortalecer o cabelo que permanece. Nos últimos três meses da gestação é interessante iniciar – e continuar até alguns meses após o parto – um acompanhamento nutricional para reposição de nutrientes como ferro, zinco, cobre, selênio, biotina e cisteina, principais responsáveis pela saúde dos fios. “Além dessa suplementação, trate-os com cosméticos ricos em aminoácidos e proteínas, que fortalecem os folículos”, explica Patrícia Hufnagel Toscani, engenheira química de São Paulo.

 

Produto amigo

 

Phytocyane Shampooing Traitant Densifiant (R$ 156) e Phytocyane Sérum (R$ 414) é anti-queda, revitalizante e aumenta a densidade dos fios graças à combinação de vitamina B6 (regulador sebáceo), Extrato de quinquina (estimulante e fortificante), Procianidina de uva (poderoso antioxidante) e Ginkgo Biloba (ativador de trocas celulares e microcirculação).

 

Hormonal

 

Alopecia: problema que causa queda excessiva dos cabelos | Saúde |  Pleno.News

 

O que é

 

Você sabe o que o seu cabelo precisa para estar firme e forte? “Para a saúde do folículo, precisam estar em ordem o cortisol, a vitamina D, os hormônios THS, testosterona e os femininos progesterona e estrogênio”, explica José Vitor. Quando eles estão desequilibrados, acontece o eflúvio telógeno, mesmo caso das mulheres no pós-parto.

 

A diferença é que a gravidez é uma explosão hormonal esperada e dá para ser prevista e tratada antes que o problema evolua. Aqui, a causa pode ser diversa. “Alterações na glândula tireóide, deficiência alimentar, quadro de ovários policísticos ou qualquer outra mudança hormonal pode alterar a estrutura e prejudicar a saúde capilar”, explica Claudia. Fator mais comum? Alto nível de cortisol no corpo, que é produzido quando estamos estressadas.

 

Como é

 

Quais problemas hormonais causam queda de cabelo? | Capila Care

Fotos: Reproduções

 

Geralmente começa com fios quebradiços e fracos, sem grandes falhas, mas pode evoluir. Fique atenta àquele rabo de cavalo que parece ter menos volume e procure um especialista.

 

O que resolve

 

O mais importante é descobrir o que causou a alteração e equalizar as taxas hormonais com um acompanhamento médico. Adicione à rotina uma boa dose de exercícios físicos e tenha uma alimentação balanceada, isso já deve resolver metade do problema! “O que não pode faltar é uma reposição dos nutrientes responsáveis pelo equilíbrio”, explica Claudia. Adicione em sua dieta carnes vermelhas, folhas escuras, castanhas, leguminosas, peixes, grãos e ovos. Mas, dependendo do caso, talvez seja importante uma suplementação adicional. Se sua condição apareceu devido a um problema médico (como a síndrome do ovário policístico), converse com um profissional para avaliar se você não precisa repor o hormônio progesterona.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp.

 

Produto amigo

 

O Keep Cap, da Buono Vita (R$ 90), é um suplemento antioxidante composto de nutrientes, como vitaminas C e E e colágeno, que agem na regeneração e fortalecimento do cabelo e das unhas, evitando a queda.

 

IstoÉ

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.