NOTÍCIAS
Bizarro
15/01/2020

Confira 10 aberrações humanas bem bizarras

Compartilhar:
Foto: Reprodução

10 ABERRAÇÕES HUMANAS

Essas pessoas com deformidades muitas vezes eram abandonadas ao nascer devido às suas condições. Por isso, as apresentações nos circos acabavam sendo sua única fonte de renda e de sobrevivência.

 

Como ainda não havia o conceito de direitos humanos, os espetáculos mostravam cenas horrendas que, de tão curiosas, chamavam a atenção do público.


O declínio da exibição do circo começou com o avanço da medicina e também com as mudanças na cultura popular e do entretenimento. As anomalias foram explicadas como doenças ou mutações genéticas e, então, a sociedade começou a ver essas pessoas como iguais, e não bichos. Além disso, foi proibida a exibição dessas pessoas em shows que tivessem fins lucrativos.

 

Veja também

 

 

Conheça o mistério sombrio dos bastidores do filme 'O Exorcista'

 

Atriz americana vende velas aromáticas com 'cheiro de sua vagina'

Confira agora 10 aberrações humanas super estranhas: 

 

1 – As gêmeas siamesas Violet e Daisy Hilton

 

 

 

 

As irmãs siamesas Daisy e Violet nasceram em Brighton, Inglaterra, no ano de 1908. Filhas de mãe solteira, as irmãs nasceram coladas pelo quadril. Sua mãe, Kate Skinner, considerou o fato como punição divina por ter engravidado fora do casamento. Assim sendo, não quis criar nenhum vínculo afetivo com as filhas. Em vez disso, Kate as considerou uma aberração.

 

A expectativa de vida das garotas, segundo médicos, não passaria de semanas, uma vez que a taxa de mortalidade para casos siameses na época era de 1 vida para cada 1000 mortes. Apesar disso, por não compartilharem de nenhum órgão principal ou artérias, as garotas se desenvolveram muito bem durante todos os seus 60 anos de vida.

 

2 – Ella Harper, a menina camelo


 

 

A maioria das fontes indicam que Ella Harper nasceu em Hendersonville, Tennessee, nos EUA, por volta de 1870, apesar de alguns relatos conflitantes.

 

A condição impressionante é extremamente rara e relativamente desconhecida, no entanto, os médicos modernos classificariam sua condição a uma forma muito avançada de “genu recurvatum congênita” – também conhecida como hiperextensão do joelho. Seus joelhos dobrados excepcionalmente para trás, juntamente com a sua preferência de andar de quatro, resultou em um apelido atribuído a ela: a menina camelo.

 

Ella morrer de câncer de cólon em dezembro de 1921.

 

3 – Abul Bajandar, o homem árvore

 

 

 

O nome técnico da enfermidade é Epidermodisplasia Verruciforme, mais conhecida como “doença do homem-árvore”. É causada por uma falha do sistema imunológico que aumenta a vulnerabilidade ao papilomavírus humano (HPV). É uma doença não contagiosa, relacionada com o câncer de pele e ainda pouco conhecida.

 

Abul Bajandar, da região bengali de Khulna, sofre do mal que ainda não tem cura. A doença inutilizou os pés e as mãos do portador, e pesam pelo menos 5 kg. São enormes verrugas em forma de casca que cobrem as mãos e os pés do homem, causando dores imensas a ele.

 

4 – Edward Mordake, o homem da face demoníaca

 

aberrações humanas

 

Aberrações Humanas

 

Edward Mordake foi um nobre inglês que viveu no século 19. Ele era chamado de “O homem da face demoníaca” porque possuía duas faces, e sua segunda face era terrível! O segundo rosto estava localizado na parte de trás da cabeça, próximo da nuca.

 

Segundo as informações da época, esse segundo rosto não se alimentava, porém era capaz de rir e chorar. Relatos que nunca tiveram fontes comprovadas dizem que Mordake estava desesperado para remover o rosto de trás, já que ele sussurrava palavras ininteligíveis que ele achava que eram satânicas. Entretanto, nenhum médico jamais tentou realizar o procedimento de remoção do rosto.

 

A história de sua vida tornou-se tão confusa com o passar dos anos que não há uma data sólida de seu nascimento ou morte, nem fontes concretas para os pesquisadores modernos. A única prova concreta de sua existência é uma foto onde as duas faces aparecem.

 

5 – Rudy Santos, o homem-polvo

 

 

 

Rudy Santos é filipino e nasceu com Craniopagus parasiticus (“gêmeo parasita”) – um dos fenômenos médicos mais raros do mundo. Como o nome sugere, essa condição ocorre quando os gêmeos siameses não são totalmente separados no útero. No caso de Rudy, seu gêmeo não desenvolvido veio na forma de apêndices adicionais e partes do corpo.

 

Além de dois braços extras e uma perna direita deformada, Rudy Santos também tem ombros adicionais, mamilos e cabeça subdesenvolvida presa ao esterno. Esta cabeça é notável por ter seus próprios ouvidos e um couro cabeludo.

 

Rudy é casado e tem uma filha. Mora com a família nas Filipinas.

 

6 – Manar Maged, gêmeas ligadas pelo crânio

 

 

Em 2004, no Cairo, nasceu Manar Maged, que tinha um caso de gêmeo parasita tão raro quanto ao de Rudy, chamado “craniopagus parasiticus”, em que os gêmeos são ligados pelo crânio. A irmã de Manar não tinha braços nem pernas e conseguia apenas sorrir, piscar e chorar.

 

Quando tinham 10 meses de idade, foram levadas ao hospital, muito doentes, e a equipe médica concluiu que, se não fossem separadas, as duas morreriam. Infelizmente, a gêmea não sobreviveu à operação e, menos de um ano depois, Manar também morreu, devido a uma infecção no cérebro causada pela cirurgia.

 

7 – Roona Begum, a menina com Hidrocefalia grave

 

 

 

Quando Roona nasceu, o povo da vila de Jiraniakhola, em Tripura, pensava que ela era uma alienígena. A filha de um trabalhador manual analfabeto e de uma dona de casa nasceu com hidrocefalia – uma condição médica na qual quantidades anormais de líquido cefalorraquidiano (LCR) se acumulam no crânio.

 

A garotinha teve que retardar seu processo de desenvolvimento, pois a circunferência de sua cabeça chegou a medir 94 centímetros, ou seja, quase duas vezes o normal para uma menina de sua idade, razão pela qual não podia se manter erguida nem deslocar-se engatinhando.

 

Roona passou por oito cirurgias, voltando para casa com uma cabeça quase do tamanho normal. Os médicos declararam que ela poderia levar uma vida funcional. No entanto, em junho de 2017 faleceu aos 5 anos, em decorrência de problemas respiratórios.

 

8 – Joseph Merrick, o homem elefante

 

joseph merrick, aberrações humanas

 

Joseph Carey Merrick foi alvo de inúmeros estudos médicos. Ele sofria da forma mais grave da Síndrome de Proteus, uma doença congênita que causa crescimento exagerado e patológico da pele com tumores subcutâneos. Além disso, sua história foi adaptada para o teatro e para o cinema.

 

Nascido em 1862 em Leicester no Reino Unido, com cinco anos de idade começou a desenvolver deformidades em sua pele, rosto, braços e pés.
Quando ele tinha 11 anos, sua mãe morreu por causa de uma broncopneumonia. Seu pai então se casou novamente. Aos 17 anos, se tornou residente de um manicômio enquanto sua relação com seu pai se deteriorava.


Procurando escapar do manicômio alguns anos depois, Merrick encontrou uma saída ao se juntar ao show de horrores em Londres, onde era exibido como “O Homem Elefante.”


Ele conheceu Doutor Treves, cirurgião do Royal London Hospital em 1884. Após o Doutor ver Merrick ser exibido em uma vitrine do outro lado da rua do Royal London Hospital. Treves trouxe Merrick para o hospital, onde ele viveu até sua morte em 1890, com 27 anos.

 

9 – Mohammad Kaleem, o menino das mãos gigantes

 

 

 

Mohammad Kaleem é um menino indiano que tem mãos anormais. Quando ele nasceu, “suas mãos eram duas vezes maiores que as de um bebê normal “, disse sua mãe, e desde então elas não pararam de inchar. Hoje, suas mãos pesam 8 kg cada. Sua mão direita tem 6 dedos, e a outra tem apenas 4 dedos.

 

Suas mãos gigantes impedem que ele faça as tarefas mais simples do dia-a-dia, como calçar sapatos ou comer. Ele foi forçado a sair da escola por causa da zombaria de seus colegas de classe.

 

Kaleem foi diagnosticado com macrodactilia, ou gigantismo localizado, e foi submetido a um procedimento complexo de oito horas na mão direita, para começar. O Dr. Sabapathy e sua equipe lutam para reduzir o tamanho das mãos e dedos de Kaleem sem danificar nenhum dos nervos, para que ele ainda possa usá-los. Os especialistas farão mais operações para impedir o crescimento das mãos e dedos do menino.

 

10 – Abigail (Abby) e Brittany Hensel, as siamesas mais famosas do mundo

 

 

Fotos: Reprodução

Abby e Brittany nasceram em 7 de março de 1990, em Minnesota. Foi uma grande surpresa, pois tanto os médicos quanto os pais estavam à espera de apenas uma filha. O resultado da ultrassonografia nem sequer sugeriu a presença de qualquer anormalidade ou de que poderiam ser dois fetos.

 

Duas cabeças, dois braços e pernas, duas espinhas dorsais, três pulmões, dois corações, um fígado, dois estômagos, três rins, um sistema circulatório para ambas e órgãos sexuais também em comum. A anatomia das garotas é única, e os médicos ainda não conseguiram encontrar uma resposta para o fato de que o corpo “dividido” delas funciona tão bem.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram. 

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

Há 29 anos as gêmeas siamesas Abigail (Abby) e Brittany Hensel vivem uma vida plena e feliz, embora ainda tenham dificuldades físicas. Além disso, a falta de prognósticos positivos para uma vida saudável e os olhares “tortos” de pessoas. As garotas continuam mostrando que é possível ultrapassar qualquer barreira para alcançar seus sonhos, se você realmente quiser ter sucesso na vida.

 

Estranho Mundo

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.