NOTÍCIAS
Política
02/07/2020

Congresso promulga PEC que adia eleições municipais para novembro

Compartilhar:
Foto: Divulgação

Sessão solene na manhã desta quinta-feira contou com a participação do ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE

O Congresso Nacional promulgou na manhã desta quinta-feira a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que adia as eleições municipais de 4 de outubro para 15 de novembro.

 

A sessão solene, presidida pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), contou com a presença do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e do ministro das Comunicações, Fábio Faria.


A medida foi tomada para dar mais segurança à população diante da pandemia. De acordo com o texto, nas cidades em que houver segundo turno, o pleito será realizado no dia 29 de novembro.

 

Veja também 

 

‘Qual o problema? Vão matar?’, diz mulher de Queiroz em mensagem apreendida pelo MP

 

Com base em decisão de Moro, PGR continuará busca de dados sigilosos da Lava Jato

 

Os parlamentares aprovaram a proposta após várias rodadas de negociação com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e especialistas em saúde pública. Em primeiro e segundo turno, mais de 400 deputados votaram a favor da PEC, que foi em parte sugerida pelo presidente do TSE, Luís Roberto Barroso.

 

- Agora que o Congresso já cumpriu o seu papel, e bem cumprido, nós vamos ter no TSE a missão árdua de realizar uma eleição com segurança em meio a uma pandemia, na crença que compartilhamos com os médicos de que até lá a pandemia já estará decrescente e que poderemos realizá-la com segurança.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram
Entre no nosso Grupo de WhatsApp. 

 

Temos mais de 140 milhões de eleitores e se estimam mais de 700 mil candidatos, portanto não é uma operação fácil de ser realizada, mas com o apoio do Congresso Nacional e da sociedade brasileira nós esperamos realizar as eleições mais seguras e limpas possíveis - afirmou o ministro Luís Roberto Barroso na sessão solene, que afirmou ainda, em coletiva após a promulgação, que agora cabe a TSE e aos tribunais regionais eleitorais garantir a segurança da população e dos mesários.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.