NOTÍCIAS
Política no Amazonas
26/09/2019

Conselho Tutelar e Comissão da ALEAM realizam fiscalização contra a exploração do trabalho infantil

Compartilhar:
Foto: Divulgação

Conselho Tutelar e a Comissão de Promoção e Defesa dos Direitos das Crianças, Adolescentes e Jovens, da Assembleia Legislativa do Amazonas

 Há alguns meses recebendo denúncias sobre exploração de trabalho infantil no Boulevard Álvaro Maia, o Conselho Tutelar e a Comissão de Promoção e Defesa dos Direitos das Crianças, Adolescentes e Jovens, da Assembleia Legislativa do Amazonas (CPDCAJ/ALEAM) realizaram fiscalização na noite de quarta-feira (25) para combater esse tipo de prática criminosa naquela área da cidade.

 

A ação contou com a participação da Secretaria de Assistência Social, da Mulher e Direitos Humanos (Semasdh)

 

A Comissão da Criança e Adolescente da ALEAM tem agido com frequência em todo o estado.

 

Veja também

 

Governo do Amazonas e Banco Mundial discutem projetos nas áreas fiscal, de saúde e meio ambiente


Nova tecnologia será utilizada nas fiscalizações de fios e cabos elétricos feitas pelo Ipem-AM

 

“Temos realizado muitas ações de fiscalização na capital e no interior do estado com resultados altamente positivos e a participação da população tem sido fundamental através das denúncias que chegam à Comissão”, disse o deputado estadual Álvaro Campelo (Progressistas).

 

O conselheiro tutelar, Rafael Duarte, ressalta a importância da participação de todas as esferas públicas que são guardiãs dos direitos das crianças e adolescentes, fortalece o papel da proteção do menor.

 

“A participação, especialmente, da Comissão da Criança e Adolescente da Assembleia do Amazonas, presidida pelo deputado estadual Álvaro Campelo, tem um peso muito grande, porque reflete o Poder Legislativo nessas ações, garantindo mais legitimidade na ação de fiscalização“, afirmou Duarte.

 

Resultado

 

Durante a fiscalização, foi constatada a denúncia sobre presença de crianças trabalhando na avenida. Os responsáveis dessas crianças foram notificados e os menores retirados do local. Esta é a segunda vez que os responsáveis são notificados. Caso haja a reincidência, os pais podem perder a tutela dos pais e as crianças serão encaminhadas para um abrigo.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

 

Canais de denúncia

 

Caso seja verificada qualquer situação de violação de direitos das crianças e adolescentes, a rede de proteção possui três canais de comunicação: Disque Direitos Humanos (0800 092 6644), Disque Denúncia (0800-092-1407) e Disque Direitos Humanos Nacional (100).

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.