NOTÍCIAS
Qualidade de Vida
21/11/2020

Consumir mais pimenta pode aumentar seu tempo de vida, diz estudo

Compartilhar:
Foto: Divulgação

É o que revela um novo estudo feito por pesquisadores da American Heart Association, divulgada no dia 9 de novembro

As pessoas que consomem pimenta malagueta com regularidade podem apresentar uma maior proteção contra as doenças cardiovasculares e riscos menores de ter câncer. É o que revela um novo estudo feito por pesquisadores da American Heart Association, divulgada no dia 9 de novembro.

 

Pesquisas anteriores já apontavam para uma série de benefícios da pimenta malagueta, como os efeitos anti-inflamatório, anticâncer e antioxidante dela, além da sua capacidade de atuar como reguladora da glicose sanguínea, graças à capsaicina, substância que dá o sabor ardido característico do vegetal.

 

Neste novo estudo, conduzido pelo cardiologista do Cleveland Clinic’s Heart, Vascular & Thoracic Institute Bo Xu, foi feita uma análise dos registros da dieta de mais de 570 mil pessoas dos Estados Unidos, China, Itália e Irã, retirados de cinco bancos de dados de saúde globais: Ovid, Medline, Scopus, Cochrane e Embase.

 

Veja também 

 

SOFRE COM INSÔNIA? veja os 6 melhores chás para ajudar você a dormir

 

Limpeza da pele: Cleansing oil ou água micelar? Entenda a diferença!

 

A partir da investigação destes dados, incluídos em 4.729 estudos, dos quais quatro trazendo especificamente detalhes a respeito do consumo de pimenta malagueta, houve uma comparação da saúde dos indivíduos que comem o vegetal regularmente com a dieta de pessoas que raramente o consomem ou nunca o provaram. A conclusão deixou os pesquisadores surpresos.

 

Resultado ainda requer comprovação


Em comparação com quem apresenta um consumo reduzido ou não possui o hábito de se alimentar dela, as pessoas que comem pimenta malagueta têm o risco de morrer de câncer reduzido em 23%. Além disso, elas possuem uma redução relativa de 26% na mortalidade cardiovascular e uma probabilidade 25% menor de falecer por qualquer causa.

 

De acordo com Xu, as razões pelas quais o vegetal traz todos estes benefícios na redução da mortalidade ainda são desconhecidas. Por causa disso, ele afirma ser necessária a realização de mais pesquisas, para confirmar a hipótese surgida na conclusão do seu estudo.

 

Aparentemente, o vegetal também é benéfico ao coração. (Fonte: Pixabay)


“É impossível afirmar, de forma conclusiva, que comer mais pimenta pode prolongar a vida e reduzir as mortes, principalmente por fatores cardiovasculares ou câncer. Mais pesquisas, especialmente evidências de estudos randomizados controlados, são necessárias para confirmar esses achados preliminares”, reiterou.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram. 
Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

Outra ressalva feita pelo autor do estudo é que a frequência e a quantidade ingerida do alimento, assim como mais fatores, podem ter influenciado o resultado.

 

Fonte: Mega Curioso 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.