NOTÍCIAS
Internacional
17/06/2021

Coreia do Norte deve estar pronta para 'o diálogo e para o confronto' com os EUA, diz Kim Jong-un

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, durante reunião plenária do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, afirmou nesta quinta-feira que seu país deve estar pronto para “o diálogo e para o confronto” com os Estados Unidos, no que pode ser o primeiro sinal de que estaria disposto a dialogar com o presidente Joe Biden.

 

“O Camarada Secretário-Geral [título usado para Kim] destacou a necessidade de estar preparado tanto para o diálogo como para o confronto, especialmente no confronto, a fim de salvaguardar a dignidade e os interesses de nosso país e garantir de forma confiável um ambiente de paz e segurança nacional”, afirmou o despacho da KCNA, principal agência de notícias do país e ligada ao regime.

 

As declarações ocorreram durante uma reunião plenária do comitê central do partido do governo, e foram o ponto alto de uma análise sobre as “tendências políticas” do governo de Biden, e sobre como a Coreia do Norte deveria agir “nas relações futuras com os EUA”.

 

Veja também

 

Coreia do Norte está em alerta para possível escassez alimentar, adverte Kim

 

Caças da Otan interceptam aviões russos no Báltico em semana tensa

 

Em maio, o governo Biden anunciou uma revisão das estratégias relacionadas à Coreia do Norte, se desvencilhando das ideias de uma “grande barganha”, que nortearam a diplomacia de Trump (e incluíram três encontros com Kim), e da “paciência estratégica”, conduzida pelo democrata Barack Obama.

 

Biden inicia mandato revertendo decisões do governo Trump - Notícias - R7  Internacional

 

A nova doutrina usa elementos anteriores, mas se mostra reticente quanto a um encontro entre os líderes e exige compromissos mais amplos de Pyongyang sobre a desnuclearização da Península Coreana. Segundo estimativas, o país tem hoje entre 30 e 40 ogivas nucleares, e em tese possui a capacidade de usá-las.

 

— As declarações parecem sugerir que Pyongyang vê a bola no campo dos EUA neste momento, e está esperando para ver como o governo Biden vai agir — afirmou à Reuters Vipin Naragn, especialistas em questões nucleares do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). — Diante dos relatos alimentares na Coreia do Norte e a situação da Covid-19, podemos entender que Kim está satisfeito ao evitar um confronto a curto prazo.

 

Durante a reunião, Kim Jong-un apontou ainda que a Coreia do Norte deve exercer um “papel ativo” no cenário internacional, para, segundo ele, “reforçar ainda mais a posição estratégica do país”. Ao falar sobre a Península Coreana, defendeu uma gestão “sensível, ágil e estável” da situação regional.

 

Coreia do Norte dá prazo aos EUA | Notícias internacionais e análises | DW  | 13.04.2019

Fotos: Reproduções

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.   

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

O diálogo entre Seul e Pyongyang está estagnado desde 2019, pouco depois do fracasso na reunião bilateral entre Kim e Trump em Hanói, no Vietnã. O distanciamento foi agravado com o fechamento das fronteiras norte-coreanas em fevereiro do ano passado, alegadamente para evitar a entrada da Covid-19 no país — oficialmente não há casos da doença na Coreia do Norte, que também enfrenta o impacto de desastres naturais e falta de alimentos e itens básicos em algumas áreas.

 

Fonte: O Globo

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.