NOTÍCIAS
Plantão Policial
10/12/2019

Dono da Panificadora Lindopan é preso pela polícia acusado de clonagem de veículos no Estado do Amazonas

Compartilhar:
Foto: Divulgação

Beto é empresário do ramo automotivo e dono da panificadora Lindopan

A Polícia Civil executou a prisão do empresário do ramo automotivo e também dono da Panificadora Lindopan, Roberto Carlos Costa Bignami, conhecido como Beto.

 

Segundo a polícia, além de proprietário da panificadora Lindopan, localizada na Avenida Joaquim Nabuco, Beto é também um forte empresário do ramo automotivo no estado do Amazonas e foi preso por policiais civis da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículo do Amazonas.

 

De acordo com informações, Beto é um especialista em clonagem de veículos.

 

Veja também
 
IMAGENS FORTES! Borracheiro é assassinado com facadas no peito e costas por colega de profissão no bairro Alfredo Nascimento, Zona Norte de Manaus. VEJA REPORTAGEM DO 'PORTAL DO ZACARIAS' AO VIVO
 
Polícia recebe denúncia anônima e prende três traficantes, drogas e arma de fogo no município de Codajás, interior do Amazonas 

 

 

Em 20 de outubro de 2012, o então 'BLOG DO ANTÔNIO ZACARIAS"

postou a seguinte matéria sobre o dono da Lindopan:

 

DONO DA PANIFICADORA LINDOPAN É SUSPEITO DE FORJAR DOCUMENTOS PARA SE APROPRIAR DE TERRENO DO MÚSICO JÚLIO HATCHWELL

 

Por Antônio Zacarias - Prometi que revelaria ontem o nome do dono de uma famosa panificadora de Manaus (e também da panificadora, claro) apontado pela polícia como chefe de uma quadrilha de ladrões de carros e falsários. Prometi também revelar o que o músico Júlio Hatchwell e sua esposa têm a ver com essa história.

 

Infelizmente, não me foi possível cumprir a promessa ontem. Mas o faço agora. Digo sempre que sou como a morte: posso até tardar, mas nunca falho.

 

Pois bem, vamos ao que interessa. O nome do elemento é Roberto Carlos Costa Bignami, e a panificadora é a Lindopan, situada na rua Silva Ramos, em frente da Casa do Eletricista.

 

Imagine um cara mais sujo que pau de galinheiro (perdoe-me o lugar-comum); esse cara é o Roberto Carlos Costa Bignami, o Beto. As polícias Civil, Militar e Federal o conhecem muito bem.

 

Beto responde a vários processos no Amazonas e em outros Estados. Em 2005, foi preso por ordem do juiz Eli Lucas de Mendonça, da camarca de Belo Horizonte (MG). Nessa época, ele usava o nome de José Carlos Duarte Neto, com RG, CPF e título de eleitor expedidos pelo Estado do Maranhão.

 

De acordo com o magistrado, Beto é “socialmente perigoso” e possui “personalidade inclinada à prática da delinquência”.

 

E onde o músico Júlio Hatchwell e a esposa dele entram nessa história?

 

Pois bem. Em meados deste ano, de posse de documentos forjados, Beto e um amigo tentaram se apropriar de um terreno pertencente a Júlio Hatchwell e sua esposa. O terreno fica na Rua D, Quadra E, Lote 13, Loteamento Parque Shangrilá III, bairro do Parque Dez de Novembro, e está com os Hatchwell há mais de 20 anos.

 

O caso está na Justiça, mais precisamente na 9ª Vara Cível e de Acidentes do Trabalho da Comarca de Manaus.

COMENTÁRIOS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.