21 de Abril de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Internacional
02/04/2024

Em aniversário da guerra, Milei reivindica soberania das Malvinas e pede 'reconciliação' com Forças Armadas

Foto: Luis ROBAYO / AFP

O presidente da Argentina, Javier Milei, e a sua vice, Victoria Villaruel, durante cerimônia em comemoração aos 42 anos da Guerra das Malvinas, travada contra o Reino Unido

Em Buenos Aires, diante do memorial que homenageia os 649 argentinos mortos na guerra, Milei afirmou que "ninguém escuta ou respeita um país que só produz pobreza e cujos políticos desprezam as próprias Forças [Armadas]".

 

— Não há soberania sem prosperidade econômica e não há prosperidade econômica sem liberdade — disse o presidente ultraliberal, prometendo impulsionar "uma reivindicação real e sincera (em relação às Malvinas), não meras palavras em fóruns internacionais sem impacto na realidade".

 

A Argentina reivindica a soberania sobre as Ilhas Malvinas por vias diplomáticas desde a guerra, que terminou após 74 dias com a rendição do país sul-americano e o balanço de 649 argentinos e 255 britânicos mortos.

 

Veja também

 

Jornalista chama a família real de 'prisão de ouro' e critica Kate

 

Papa Francisco diz que está 'tudo pronto' para sua sepultura

 

Milei também convidou os representantes do Estado-Maior das Forças Armadas a participarem da convocação para o chamado "Pacto de Maio", que reúne em dez pontos o programa de equilíbrio fiscal e reformas — tributária, trabalhista e previdenciária — do governo.

 

— Será o primeiro passo de uma nova doutrina — assegurou o presidente, acompanhado por sua vice, Victoria Villaruel, filha de um veterano de guerra e conhecida por sua defesa aos militares durante o regime militar.

 

O presidente não mencionou a ditadura argentina, cujos crimes ainda transitam na Justiça, com mais de 1.100 condenados e 62 processos em curso. Muitos militares argentinos são acusados de tortura e de responsabilidade pelo desaparecimento de 30 mil pessoas, segundo organizações de direitos humanos.

 

No dia 24 de março, aniversário do golpe militar, milhares de manifestantes reuniram-se na Praça de Maio, em Buenos Aires, em protesto contra estes crimes.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

— Não quero que o respeito seja monopólio de um espaço político, por isso convoco à sociedade a iniciar uma nova era de reconciliação, dando às Forças Armadas o lugar, o reconhecimento e o apoio que merecem — afirmou Milei. (Com AFP e ANSA)

 

Fonte: O Globo

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.