13 de Julho de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Geral
14/06/2024

Empresário do Distrito Federal preso pagava R$ 1 mil para estuprar meninas virgens

Foto: Reprodução

As investigações apontaram que o autor aliciou e estuprou dezenas de adolescentes, a maioria entre 12 e 13 anos de idade

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por intermédio da Delegacia Especial de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), prendeu um empresário de 61 anos pela prática dos crimes de estupro de vulnerável e exploração sexual de adolescentes.

 

Os agentes cumpriram o mandado de prisão contra o abusador, bem como de busca e apreensão, na manhã desta sexta-feira (14/6), no Itapoã.

 

As investigações apontaram que o criminoso aliciou dezenas de adolescentes, a maioria entre 12 e 13 anos de idade, e abusou delas. Uma das vítimas, atualmente com 16 anos, era abusada desde os 13. O homem pagava as vítimas pela prática de sexo, chegando a dar a quantia de R$ 1 mil para meninas que fossem virgens. As adolescentes mais velhas tinham a “missão” de conseguir garotas virgens e mais novas para que ele cometesse os estupros.

 

Veja também 

 

PREFEITURA DE MANAUS ABRE INSCRIÇÕES PARA 40 VAGAS EM CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

 

Ministro do TCU é assaltado por dupla em praia de Fortaleza

Além de dinheiro, o autor também dava presentes e organizava festas com as meninas, segundo a investigação.O empresário teve a prisão temporária, de 30 dias, decretada, a qual poderá ser renovada ou convertida em preventiva ao final das investigações.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

Ele responde aos crimes de estupro de vulnerável e exploração sexual. Caso seja condenado, a pena pode ultrapassar os 100 anos de prisão, em razão da grande quantidade de vítimas.

 

Fonte:Uol

 

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.