NOTÍCIAS
Coisas do outro mundo
11/11/2019

Formiga prateada do Saara é mais rápida que Usain Bolt. VEJA VÍDEO

Compartilhar:
Foto: Divulgação

A descoberta foi de que elas são capazes de correr a 0,855 m/s

A velocidade do corredor jamaicano Usain Bolt assombrou o mundo por anos e muitos se perguntam se algum dia haverá alguém mais rápido do que o atleta jamaicano.

 

Pesquisadores da Universidade de Ulm, na Alemanha, não encontraram uma pessoa mais rápida do que ele, mas garantem que uma formiga é proporcionalmente mais veloz do que Bolt.

 

Isso mesmo: conhecidas como formiga prateada do Saara, elas foram encontradas, como o nome sugere, nas dunas do deserto africano próximas à Tunísia e são consideradas as mais rápidas do mundo segundo o Journal of Experimental Biology.

 

Veja também

 

Pesquisadores recriam rosto de guerreira viking que viveu há mais de um século

 

Doença rara faz com que cobras tenham aspecto de múmias. VEJA


A tática utilizada para estudar a velocidade dessas formigas foi usar a rapidez com a qual se locomoviam por comida em um calor como o do deserto. A descoberta foi de que elas são capazes de correr a 0,855 m/s, o que equivale a até 108 vezes o seu tamanho em apenas um segundo. Esses dados tornam a formiga prateada proporcionalmente 10 vezes mais rápidas do que Usain Bolt.

 

Cientificamente chamadas de Cataglyphsis bombycina, as formigas foram flagradas em vídeo. E, tamanha é a velocidade dessa formiga, que ela parece planar nas imagens.

 

O nome “formiga prateada” tem razão de ser: elas possuem uma espécie de escudo térmico que se torna bastante brilhante com a luz do sol. E não é só por beleza que ele está ali — esse escudo protege a formiga do sol escaldante do deserto e mantém o corpo abaixo da temperatura ambiente, que pode chegar até a 60 °C.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram

Entre no nosso Grupo de WhatApp.

 

Os pesquisadores observaram ainda que, ao invés de “apenas” correr, a formiga prateada percorre as distâncias a galope, com os seis pés tocando o solo simultaneamente. O estudo também destaca a importância da descoberta para entender e detectar diferentes maneiras para melhorar o resfriamento passivo, aquele que não necessita de ventiladores ou outros sistemas.

 

Veja Vídeo

  

 

Mega Curioso

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.