NOTÍCIAS
Educação
19/05/2021

Governador Wilson Lima abre ano letivo híbrido em interior do Amazonas

Compartilhar:
Foto: Divulgação

Wilson Lima deu início ao ano letivo híbrido – presencial e on-line – da rede estadual nesta quarta-feira

O governador Wilson Lima deu início ao ano letivo híbrido – presencial e on-line – da rede estadual nesta quarta-feira (19/05), com a inauguração do Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Professora Maria Adelaide Marinho Hortência, no município de Careiro Castanho. Estudantes de todos os níveis e modalidades de ensino nos 61 municípios do interior, que já estavam acompanhando as aulas pelo programa “Aula em Casa”, retornam às atividades presenciais. Inicialmente, as aulas retornam somente no interior.

 

Em 2021, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto vai atender, aproximadamente, 211 mil estudantes no interior do estado. Com a inauguração do Ceti no município do Careiro Castanho, serão atendidos 600 alunos do Ensino Médio.

 

Na abertura do ano letivo na modalidade presencial, o governador destacou a importância do retorno dos alunos para as escolas, os protocolos de segurança e a imunização dos profissionais da educação.

 

Veja também

 

Escolas de 45 municípios realizam atividades de combate à violência sexual contra crianças e adolescentes

 

Inscrições abertas para vestibular de Medicina da Universidade Nilton Lins

 

“Esses alunos tiveram um prejuízo muito grande nos últimos 12 meses e precisam retomar as aulas. E tem algumas habilidades, ou pelo menos algumas delas, que não se adquirem, infelizmente, através de aula virtual. Tem que estar presente aqui na escola. E essas aulas voltam com segurança, colocamos álcool em gel, mais pia, e tem a questão do distanciamento social. Além da vacinação dos profissionais da educação”, disse Wilson Lima.

 

Ele destacou que foi iniciada, na segunda-feira (17/05), a imunização desses trabalhadores nos municípios da Região Metropolitana de Manaus. Wilson Lima ressaltou que 30% desses profissionais já foram imunizados no processo de vacinação de pessoas acima de 60, e que 12 municípios já concluíram a imunização dos profissionais da educação.

 

Para o retorno, as turmas serão divididas em dois grupos (A e B), que frequentarão a escola em dias alternados, como aconteceu no ano passado. Quando um grupo estiver na unidade, o outro deverá estar em casa, acompanhando as transmissões do “Aula em Casa”. Os grupos serão definidos pela própria equipe escolar da unidade, que deverá informar os pais e/ou responsáveis.

 

“É de extrema importância esse retorno, um retorno com segurança. A escola está sendo preparada para receber os alunos com essa segurança. Álcool em gel, distanciamento, toda adesivada, para ter essa sinalização necessária. E também no retorno vai ter uma supervisão, para que haja o respeito a esse distanciamento e à higienização”, destacou a coordenadora pedagógica do Ceti, Zeila Nascimento.

 

Desde o ano passado, as escolas da rede estadual estão adaptadas para que se façam cumprir todos os protocolos de segurança em saúde. Foram instalados nas unidades pias e totens/dispositivos de álcool gel e sabão, para que os estudantes e demais membros da equipe escolar possam higienizar corretamente as mãos. Além disso, as unidades dispõem tapetes sanitizantes e sinalizações com os principais protocolos e medidas de segurança e enfrentamento à Covid-19.

 

“O trabalho para o retorno presencial tem sido um trabalho bastante bem feito, que tem se tornado referência Brasil afora. Nós fomos no ano passado o primeiro estado a retornar às atividades presenciais e nós ensinamos os outros estados brasileiros como promover esse retorno de forma eficiente, como promover esse retorno de forma segura. Nesse ano não vai ser diferente. Adequamos todas as nossas escolas”, disse o secretário Estado de Educação e Desporto, Luis Fabian Barbosa.

 

“Para voltar às aulas presenciais vai ser muito bom, eu me sinto supersegura. Acho que, se todo mundo seguir corretamente tudo que está sendo pedido, vai ser muito bom e não vamos correr risco algum”, considerou a aluna Macelly Castro, do 1º ano do Ensino Médio.

 

Mensagem – Durante sua passagem por Careiro Castanho, Wilson Lima também assinou uma proposta de alteração no Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) dos servidores da Secretaria de Estado da Educação e Desporto para que pedagogos, gestores escolares e assessores de Gestão Educacional ocupantes de cargos do Magistério, com carga horária de 20h, possam ter suas jornadas estendidas na mesma proporção.

 

Agora, a mensagem será enviada para a Assembleia Legislativa para apreciação dos deputados estaduais. Se aprovada pelos parlamentares, a alteração no PCCR possibilita ajustes da oferta de profissionais à demanda escolar. A ideia é não somente estimular o exercício da atividade do profissional do Magistério, mas também valorizar o servidor.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp.

 

“Estamos encaminhando uma mensagem para a Assembleia Legislativa para que haja a carga dobrada, ou a possibilidade de carga dobrada para os gestores e também para os pedagogos. Antes eles não podiam fazer isso, tinham que apenas se restringir a 20 horas, e hoje eles podem dobrar essa carga. Na prática, eles já faziam isso, eles já trabalhavam dobrado, mas não eram reconhecidos e não recebiam por isso”, explicou Wilson Lima.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.