19 de Maio de 2022 - Ano 8
NOTÍCIAS
Plantão Policial
09/11/2021

Homem que matou namorada adolescente com tiro na cabeça no bairro do Mutirão é preso e vai responder por crime de feminicídio

Foto: Divulgação

Alexandre Evangelista matou Monalisa Picanço com um tiro na cabeça no dia 30 de outubro deste ano

Alexandre Evangelista, de 22 anos, foi preso na manhã desta terça-feira, 9, depois de ser localizado na casa de familiares no Conjunto Jardim Paulista, bairro do Aleixo, Zona Sul de Manaus.


De acordo com os policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), no dia 30 de outubro deste ano, Alexandre matou a namorada adolescente, Monalisa Picanço, 17, na quitinete onde ele morava no bairro do Mutirão, Zona Norte da capital amazonense.


Monalisa Picanço foi encontrada morta na tarde do mesmo dia por membros de sua família, com um tiro na cabeça e sentada no estofado, segundo relembrou a delegada adjunta da DEHS, Débora Barreiros.

 

Veja também

 

 

IMAGENS FORTES! Mulher é assassinada com um tiro na cabeça pelo próprio marido no bairro Mutirão, Zona Norte de Manaus. VEJA VÍDEO

 

Filha de blogueira vítima de feminicídio desabafa: 'Volta pra mim'

 

Por sua vez, o delegado titular da DEHS, Ricardo Cunha, lembrou que Alexandre Evangelista ainda estava no local, dormindo com a arma do crime na mão quando os familiares de Monalisa entraram e descobriram que ela estava morta.

 

Alexandre Evangelista se manteve calado diante

das perguntas de repórteres (Foto: Divulgação) 

 

Evangelista estava dormindo ao lado do corpo da adolescente e quando acordou com os familiares da jovem gritando por socorro, ele levantou da cama assustado, ameaçou atirar e fugiu pela porta dos fundos da quitinete.


A família já vinha avisando que Monalisa corria risco de morte devido às constantes agressões e ameaças de Alexandre, porque a adolescente já vinha tentando por fim ao relacionamento entre eles há um bom tempo.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram


Alexandre Evangelista já tinha passagem na polícia por tráfico de drogas, estava com a prisão preventiva decretada, ficará a disposição da Justiça do Amazonas e está indiciado por crime de feminicídio.

LEIA MAIS
COMENTÁRIOS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2022. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.