25 de Junho de 2022 - Ano 8
NOTÍCIAS
SÓ VÍDEOS
04/04/2022

IMAGEM FORTE! Ajudante de pedreiro é morto durante abordagem da polícia. VEJA VÍDEO

Foto: Reprodução

Jovem é morto após abordagem da Polícia Militar

Um ajudante de pedreiro, de 24 anos, foi morto com dois tiros no peito durante uma abordagem da Polícia Militar, no bairro São José, em Vitória, na noite de sábado (02). Um cabeleireiro, de 23 anos, foi tentar ajudar a socorrer e acabou levando um tiro na perna, também disparado pela polícia.

 

Câmeras de videomonitoramento mostram que os policiais entraram no Beco da Sorte às 19h13. O ajudante Wellington da Silva Dias estava no local, depois de ter tomado cerveja com amigos.

 

“A polícia estava vindo, não sei se ele não viu, e a polícia o perseguiu. Ele levantou as mãos e a camisa, para mostrar que não estava com nada, e a polícia deu dois tiros no peito dele. As pessoas foram tentar socorrer e a polícia efetuou mais disparos porque não queria deixar ninguém ajudar”, disse um auxiliar de produção, de 38 anos, parente de Wellington. Ele não quis se identificar.

 

Veja também

 

IMAGENS FORTES! Ajudante de pedreiro é assassinado com sete facadas na Comunidade Campos Sales, bairro do Tarumã, Zona Oeste de Manaus

 

IMAGENS FORTES! Ajudante de pedreiro é atropelado e morto por carro em alta velocidade na Avenida Autaz Mirim, Zona Leste de Manaus

 

As imagens da câmera mostram o jovem mexendo na camisa, e em seguida colocando as mãos na cabeça para se render. Um policial chega perto e atira duas vezes contra o peito de Wellington, que cai no chão. Moradores disseram que o rapaz estaria com uma arma embaixo da blusa, que foi retirada logo depois.

 

Familiares alegaram que ele não tinha envolvimento com o tráfico. “Nada justifica um policial dar dois tiros no peito de um menino porque ele estava na rua tomando cerveja. Ele já teve envolvimento, mas já está há mais de 4 anos trabalhando sem envolvimento com nada”.

 

Outro vídeo mostra mais um disparo sendo feito no local, depois que Wellington já estava caído. A vítima da vez foi um cabeleireiro, de 23
anos. “Eu estava chegando do serviço, de bicicleta, e vi uma multidão na esquina da rua. Parei para olhar, vi que tinham acertado alguém e uma mulher me pediu ajuda”, contou o jovem, que preferiu não se identificar.

 

“Fui em direção ao local e um policial colocou a mão no meu peito e foi tentar me dar uma coronhada. Tirei a mão dele e perguntei se ele estava doido para fazer isso, foi quando ele mirou na minha perna e deu um tiro”, completou o jovem, que foi sozinho pedalando até o
pronto socorro.

 

Revoltados com a morte do Wellington, moradores chegaram a atear fogo em um ônibus. “Espero que esse policial que atirou pague pelo que fez. Quantas outras vítimas ele não pode fazer?”, indagou o parente.

 

A Polícia Civil informou, por nota, que o caso seguirá sob investigação do Serviço de Investigações Especiais (SIE) do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e detalhes da investigação não serão divulgados, por enquanto.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram

 

O corpo da vítima já foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para os familiares. 

 

VEJA VÍDEO:

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2022. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.