24 de Fevereiro de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Política
28/11/2023

Indicação de Flávio Dino ao STF provocará mudança de rota no PSB

Foto: Reprodução

Flávio Dino era visto como um dos principais cabos eleitorais do PSB para as eleições municipais de 2024 e tinha status de presidenciável

A indicação de Flávio Dino para o STF provocará mudanças no planejamento político do PSB para as próximas eleições. Dino era visto como um dos principais cabos eleitorais do partido para o pleito municipal de 2024 e tinha status de presidenciável para 2026.


O PSB continua apostando no vice-presidente, Geraldo Alckmin, como um puxador de votos para candidatos de centro. Um dos nomes que contará com o apoio de Alckmin é Tabata Amaral, que concorrerá à Prefeitura de São Paulo.


Dino, por sua vez, era capaz de agregar apoios para os candidatos do PSB na esquerda e no petismo. O ministro da Justiça tornou-se o principal antagonista do bolsonarismo no governo Lula, devido aos sucessivos embates que teve com parlamentares da ala ideológica da extrema-direita.

 

Veja também 

 

Antes favorável a Dino, Valdemar Costa Neto se diz contra a indicação do ministro ao STF

 

Lula não cede à pressão e passa recado ao PT


As pretensões presidenciais de Dino também são conhecidas desde o início de 2020. À época no PCdoB, ele costumava dizer que aceitaria a missão de concorrer à Presidência se reunisse apoios em torno de seu nome. A reabilitação política de Lula, no entanto, levou Dino para o Senado. A candidatura custou R$ 4,25 milhões para o PSB em 2022.

 

O PSB tenta lançar uma candidatura à Presidência desde 2018, mas sem sucesso. Naquele ano, o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa causou frisson no mundo político ao manifestar interesse na disputa pelo Planalto. Ele filiou-se ao PSB em abril daquele ano e desistiu da ideia no mês seguinte.

 

A ideia de ter candidato próprio em 2022 também morreu de inanição após Alckmin abrir negociações com Lula para ser vice na chapa que derrotou Bolsonaro. Como consequência, o PSB encolheu na Câmara e perdeu dez deputados na última eleição. O tamanho da bancada na Câmara é usado pelo TSE para calcular a fatia do fundo eleitoral a que os partidos têm direito.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram

 

À coluna, o presidente do PSB, Carlos Siqueira, afirmou que o partido precisa “continuar colaborando para que o governo [Lula] seja muito bem-sucedido”. “Ainda temos uma eleição municipal no próximo ano, então é cedo para falar de eleição presidencial. O país tem muitos problemas que precisam ser solucionados até chegarmos em 2026”, disse. 

 

Fonte: Metrópoles

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.