NOTÍCIAS
Esportes
13/07/2020

José Aldo reconhece superioridade de Petr Yan e avisa:

Compartilhar:
Foto: Divulgação

José Aldo foi superado por Petr Yan no UFC 251

José Aldo foi superado por- Hoje acordei pensando no que dizer a todos, e o que tenho a falar é que a derrota faz parte do esporte, faz parte da minha vida e só não perde aquele que não luta.

 

Eu dei o meu máximo nessa luta, dei o máximo e o melhor nos treinos, dei o meu máximo na minha alimentação, mesmo em tempos de pandemia eu batalhei pelo o que eu queria, mas infelizmente não deu.

 

Ninguém mais do que eu queria muito esse cinturão, queria muito fazer história mas o meu adversário se saiu melhor ontem e ele tem os seus méritos.

 

Veja também 

 

Petr Yan lembra treinos contra José Aldo: 'Ele não evoluiu, no máximo permaneceu o mesmo'

 

Com anúncio da Série C para o dia 8, Fajardo reprogramará treinos, e destaca:

 

Mas as pessoas tendem a carregar a ideia de um mundo perfeito e esquecem que perder uma batalha não te torna capaz de humilhar e muito menos descartar o outro.

 

Empatia é se colocar sempre no lugar do outro. Eu voltarei muito mais forte do que já sou. A minha gratidão fica para minha equipe Nova União, aos meus amigos, fãs e minha família a quem dedico o meu melhor todos os dias. Força e honra sempre! Deus é conosco.

 

 

A atuação de José Aldo na derrota para Petr Yan na disputa do cinturão peso-galo do UFC foi um dos destaques da coletiva de Dana White após o UFC 251. O presidente do UFC fez questão de elogiar a atuação do brasileiro e do russo, e não deixou de criticar a demora do árbitro Leon Roberts em interromper a luta no quinto round. Para ele, a luta deveria ter sido parada bem mais cedo.

 

- Petr Yan foi muito bem, e Aldo também. Aldo enfrentou o melhor cara do mundo, o que faria a disputa de cinturão contra alguém, e foi muito bem. Ele pode fazer o que quiser daqui para frente.

 

As pessoas o criticaram dizendo que ele não merecia uma disputa de cinturão, mas ele foi muito bem. E foi uma interrupção horrorosa por parte do árbitro. Ele deveria ter parado a luta muito antes. Tivemos muitos problemas com os árbitros e os juízes laterais aqui na Ilha da Luta.


Confira todos os resultados do evento:

 

CARD PRINCIPAL


Kamaru Usman venceu Jorge Masvidal por decisão unânime (50-45, 50-45 e 49-46)


Alexander Volkanovski venceu Max Holloway por decisão dividida (48-47, 47-48 e 48-47)


Petr Yan venceu José Aldo por nocaute técnico aos 3m24s do R5


Rose Namajunas venceu Jéssica Bate-Estaca por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)


Amanda Ribas venceu Paige VanZant por finalização aos 2m21s do R1


CARD PRELIMINAR


Jiri Prochazka venceu Volkan Oezdemir por nocaute aos 49s do R2


Muslim Salikhov venceu Elizeu Capoeira por decisão dividida (30-27, 28-29 e 29-28)


Makwan Amirkhani venceu Danny Henry por finalização aos 3m15s do R1


Léo Santos venceu Roman Bogatov por decisão unânime (triplo 29-26)


Marcin Tybura venceu Maxim Grishin por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26)


Raulian Paiva venceu Zhalgas Zhumagulov por decisão unânime (triplo 29-28)


Karol Rosa venceu Vanessa Melo por decisão unânime (30-26, 30-26 e 30-27)


Davey Grant venceu Martin Day por nocaute aos 2m38s do R3 Petr Yan neste sábado, no UFC 251, na Ilha da Luta, em Abu Dhabi. O brasileiro acabou derrotado por nocaute técnico no quinto round e viu escapar a chance de conquistar o cinturão peso-galo, que estava vago após a aposentadoria de Henry Cejudo.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook, Twitter e no Instagram
Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

Neste domingo, o ex-campeão dos penas fez um post em suas redes sociais falando sobre o confronto, onde reconheceu os méritos do seu adversário, mas garantiu que voltará ainda mais forte ao octógono.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.