16 de Junho de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Geral
10/06/2024

Jovem relembra ataque com soda cáustica no Paraná: ''Queimava demais''

Foto: Reprodução/redes sociais

Isabelly Aparecida ficou 16 dias hospitalizada; autora do ataque está presa

 A jovem Isabelly Aparecida Ferreira Moro , vítima de um ataque com soda cáustica em Jacarezinho (Paraná) , deu sua primeira entrevista nesta segunda-feira (10). Após ficar 16 dias hospitalizada, a mulher de 23 anos recordou do momento de dor.

 

"Eu só senti a dor, porque atingiu meu olho. Queimava demais , parecia que estava pegando fogo. Eu só saí e pedi socorro. Cheguei no hospital... Depois do hospital, eu não lembro de mais nada", disse Isabelly em entrevista à emissora de televisão RPC .

 

Isabelly foi atacada no dia 22 de maio e chegou a ficar em estado grave. Após deixar o hospital no último sábado (8), a jovem contou que sua boca foi a região mais atingida.

 

Veja também

 

Homem mata esposa de 57 anos e neto dela, de 6 anos, no Acre

 

Polícia irá pedir imagens de câmeras e notificar clínicas de veterinária após cães serem envenenados

 

 

"A boca foi o que mais atingiu. O cabelo também danificou, era mais longo. Parte dos seios também, bastante. Mas eu estou bem, graças a Deus... Estou me recuperando aos poucos, só de estar em casa já é um alívio", comentou.

 

De acordo com o barbeiro Décio Silva, responsável por socorrer Isabelly, a jovem estava desesperada e não conseguia falar após o ataque .

 

"COPO BORBULHANDO"

 

Isabelly contou que viu sua agressora com um "copo borbulhando" antes de ser atacada no meio da rua. "Na hora eu assustei e fui tentar atravessar a rua, e eu lembro que ela veio e jogou o produto em mim", recordou.

 

A mulher citada por Isabelly é Débora Custódio, que, segundo a Polícia Civil, realizou o ataque por ciúmes - ela alegou que a jovem estava interessada em seu ex-namorado.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram    

 

Apesar disso, Isabelly só ficou sabendo que Débora era sua agressora pelas notícias veiculadas na televisão. "Quando eu acordei, eu não sabia o que estava acontecendo, eu não sabia quem era, o motivo, não sabia. Eu demorei para ficar sabendo porque eles [família] demoraram para me contar. Eu fui ficar sabendo depois de uma semana porque eu vi na televisão, passando. A gente não espera... É maldade, uma crueldade", comentou.

 

Fonte: iG

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.