NOTÍCIAS
Manaus
03/05/2020

Juiz Áldrin Rodrigues vai representar o TJAM em reunião do Comitê Gestor de Atenção à Saúde dos Servidores e Magistrados do CNJ

Compartilhar:
Foto: Acervo do magistrado

O juiz de direito Áldrin Henrique de Castro Rodrigues vai representar o TJAM numa reunião do Comitê Gestor de Atenção à Saúde dos Servidores e Magistrados, que será realizada pelo CNJ nesta segunda-feira

O juiz de direito Áldrin Henrique de Castro Rodrigues, integrante do Subcomitê de Atenção Integral à Saúde de Magistrados e Servidores do TJAM, vai representar o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) em uma reunião do Comitê Gestor de Atenção à Saúde dos Servidores e Magistrados, que será realizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na segunda-feira (4), em Brasília. A participação dos representantes dos Estados vai acontecer por meio de videoconferência.

 

Na oportunidade, haverá a apresentação dos presidentes dos comitês locais e apresentação de boas práticas realizadas pelos tribunais no ano passado; bem como as medidas de atenção à saúde adotadas pelos comitês locais frente à pandemia da covid-19; além da discussão de assuntos relacionados à saúde de servidores e magistrados dos tribunais em todo Brasil.

 

O juiz Áldrin Henrique destaca a relevância da reunião, pois serão tratadas questões de saúde de todos os Estados, principalmente, em relação à pandemia do novo coronavírus. “Todo mundo está preocupado com essa questão. Acredito que esse seja o tema da reunião promovida pelo Conselho Nacional de Justiça. Sobretudo, eleva e, muito, o interesse de todos referente ao assunto. E também a importância do subcomitê de atenção à saúde de magistrados e servidores, que agora entra em evidência. Vamos levar as ações que estão sendo implementadas no âmbito do Tribunal de Justiça do Amazonas e algumas com muito êxito”, disse o magistrado.

 

Veja também

 

Distanciamento permanece como orientação, diz Teic

 

Após recorde diário e mais de 5 mil mortes, ministro diz que há 'agravamento da situação' da Covid no Brasil

Áldrin destaca que esse é um momento de tristeza, mas é um momento em que todos devem estar em uma situação de distanciamento social, gerando e refletindo diversas consequências no âmbito econômico, social e político, mas é uma forma de ter uma determinada cautela. “Vamos agir com cautela, vamos agir com prudência, dentro desse momento para que, de fato, estejamos com saúde e possamos exercer a nossa atividade laboral com afinco mais tarde”, disse Áldrin Henrique.

 

Áldrin disse que a reunião é uma oportunidade salutar para trocar experiências acerca do tema e das boas práticas que vêm sendo realizadas também em outros tribunais, podendo adaptá-las e implementá-las no âmbito do Tribunal de Justiça do Amazonas.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram

Entre no nosso Grupo de WhatsApp. 

 

A Política de Atenção Integral à Saúde de Magistrados e Servidores do Poder Judiciário foi instituída pela Resolução n.º 207 de 15 de outubro de 2016, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O objetivo é zelar pelas condições de saúde de seus agentes públicos. A partir da Resolução foram definidos os princípios, as diretrizes e as estratégias para a implementação de programas, projetos e ações institucionais voltados à promoção e à preservação da saúde física e mental dos servidores e dos magistrados. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.